Tiradentes

Museu da Liturgia & Museu de Sant’Ana: completando o circuito religioso de Tiradentes

Museu da Liturgia - Museu de Sant'Ana - Tiradentes

Museu da Liturgia & Museu de Sant’Ana: completando o circuito religioso de Tiradentes

Que Tiradentes é uma cidade extremamente religiosa, todo mundo sabe. Então, não é de surpreender que seja bem por aqui que tenham instalado dois museus para completar o circuito das igrejinhas da região: o Museu da Liturgia e o Museu de Sant’Ana.

Museu da Liturgia

Descendo a rua da Matriz de Santo Antônio, você encontrará o Museu da Liturgia, funcionando numa antiga casa paroquial. Assim que entra, você se depara com um pátio diferente: bancos de pedra com alto-falantes. Neles, você pode ouvir trechos diferentes do antigo testamento ou relaxar com a música ambiente do museu. É um lugar para se sentar e relaxar.

Museu da Liturgia - Tiradentes

Museu da Liturgia

Pátio do Museu da Liturgia - Tiradentes

O pátio do museu e seus bancos com auto-falantes

Por dentro do museu, que é mantido com o patrocínio da rede Itaú, a gente encontra mais de 400 peças dos séculos 17 ao 20, todas elas pertencentes às igrejas de Tiradentes e relacionadas, de alguma forma, com a liturgia católica. Essas peças estão divididas em 4 salas, separadas em 2 andares da antiga casa.

O primeiro andar é dedicado aos ensinamentos católicos e àqueles que os difundiram, com vestimentas de padres e itens encontrados na área interna das igrejas, e também ao entendimento da eucaristia e da páscoa, símbolos principais do cristianismo.

Eucaristia e Páscoa - Museu da Liturgia - Tiradentes

Sala da Eucaristia e Páscoa (divulgação do site oficial do Museu da Liturgia)

O segundo andar é voltado para a religiosidade cotidiana católica, com seus sacramentos e sacramentais e uma ala de devoção popular. Por lá, você encontra relíquias como confessionários, imagens de santos diversos, tocheiros usados em procissões e até uma sala de vídeo demonstrativo dos gestos da liturgia católica realizada pelos padres e fiéis.

A visita ao museu é bastante auto-explicativa, com painéis interativos à disposição na entrada de cada andar. Eles não permitem entrar com bolsas e máquinas fotográficas, que devem ficar no guarda-volumes da recepção.

Painel Interativo - Museu da Liturgia - Tiradentes

Painel interativo (divulgação do site oficial do Museu da Liturgia)

Informações Práticas
Endereço Rua Jogo de Bola, 15 – Centro Histórico.
Funcionamento Quinta a Segunda – 10h às 17h.

Domingo – 10h às 14h.

A bilheteria 30 minutos antes do horário final.

 Ingressos R$ 10.

Meia-entrada: estudantes e pessoas com mais de 60 anos, com comprovantes.

Gratuidades: Moradores de Tiradentes e para crianças menores de 5 anos.

Museu de Sant’Ana

Dedicado à Santa Ana, o museu é fruto da devoção e trabalho da curadora Ângela Gutierrez, que também fez a exposição muito da bacana do Museu de Artes e Ofícios, em Beagá, e também a do Museu do Oratório, em Ouro Preto.

Bilheteria do Museu de Sant'Ana - Tiradentes

Bilheteria e Informações do Museu de Sant’Ana

O lugar escolhido para ser o museu é um tanto quanto inusitado. Antigamente, esse era o endereço da cadeia pública de Tiradentes, que havia sido restaurada nos anos 80. Como prova do passado, você pode observar que as portas e as grades originais foram mantidas em seus lugares. E, mais ainda, de uma das salas ainda dá para ver o calabouço da antiga cadeia.

Calabouço da antiga cadeia - Museu de Sant'Ana - Tiradentes

Calabouço da antiga cadeia

Falando de Santa Ana, na hierarquia católica, ela seria mãe de Maria e avó de ninguém mais ninguém menos que Jesus. Nas imagens, ela é mostrada muitas vezes com um livro nas mãos e Maria ao seu lado, como se estivesse ensinando a ela alguma coisa, no papel de mestra. Outras vezes, ela está levando Maria pelas mãos, como uma guia.

O museu tem mais de 300 imagens da santa, com representações variadas, feitas em vários cantos do Brasil e até da Europa, entre os séculos 17 e 20. Entre as imagens, as que mais chamam a atenção são as que foram feitas pelos escravos, que seguem um padrão bem diferente, que se aproximava mais da cultura deles. Não se sabe, de início, se era para confrontar a cultura dos seus “soberanos” ou fruto da mistureba religiosa que acabou acontecendo ao longo da história do Brasil.

Sant'Anas - Museu de Sant'Ana - Tiradentes

Várias Sant’Anas com um livro e Maria nos braços

A família completa - Museu de Sant'Ana - Tiradentes

A família toda: São Joaquim e Santa Ana, pais de Maria, e a própria

Do mesmo modo que o Museu da Liturgia, o Museu de Sant’Ana é muderno e bem equipado com painéis interativos, onde você pode ver informações sobre cada uma das imagens expostas, além de ouvir narrativas da própria curadora.

Painel Interativo - Museu de Sant'Ana - Tiradentes

Painel interativo e Sant’Anas feitas por escravos

No final da visita, você tem uma ausência iluminada, onde a curadora conta uma história inusitada sobre a busca de uma das imagens que comporiam a sua coleção. Aí, você entende o quão especial esse museu é para ela, além de ver um pouco da humanidade que a crença de alguma forma traz às pessoas. Mas não vou dar spoiler da história para não estragar sua surpresa. Ficou curioso? Já tem um motivo para visitar o museu, então. 😉

Informações Práticas
Endereço Rua Direita, 93 – Centro Histórico.
Telefone (32) 3355-2798
E-mail info@museudesantana.org.br
Funcionamento Quarta a segunda (fechado às terças) – 10h às 19h.

A bilheteria fecha às 18h30.

 Ingressos R$ 5.

Meia-entrada: pessoas menores de 21 anos e maiores de 60 anos, com comprovantes.

Gratuidades: Estudantes, professores e guias de turismo.

Combinar com…?

Os dois museus ficam bem próximos entre si: apenas 180 metros os separam.

Além disso, nas proximidades, você encontra a Igreja de Nossa Senhora do Rosário (20 metros do Museu de Sant’Ana), a Matriz de Santo Antônio (150 metros do Museu da Liturgia), o Museu Casa Padre Toledo (140 metros do Museu de Sant’Ana) e o Chafariz de São José de Botas (280 metros do Museu da Liturgia).

Mapa

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.