Como falamos de Santa Teresa, resolvi compartilhar com vocês uma delícia (literalmente!) que descobrimos por lá: o restaurante Espírito Santa. Não, não estou sendo paga para falar dele. Mas acho que coisas boas devem ser compartilhadas, não é mesmo?

O restaurante fica bem ali na ala gastronômica nas redondezas do Largo dos Guimarães, num prédio do século 19, com um ambiente bem rústico, seguindo uma temática amazonense cheio dos acessórios indígenas distribuídos pela sua área. O restaurante ainda tem uma área externa nos fundos (ou na frente, sei lá!) com vista para o bairro de Santa Teresa.

Espírito Santa - Santa Teresa
Da série “esqueci de tirar uma foto boa”: a parte interna com decoração rústica (créditos: Peixe Urbano)
Espírito Santa - Área externa - Santa Teresa
Da série “esqueci de tirar uma foto boa”: a área externa do restaurante (créditos: Groupon)

Ele acabou sendo a descoberta de um almoço de domingo, na última vez que fomos em Santa Teresa. Infelizmente, fazia um calor senegalês do lado de fora, então preferimos ficar na área interna mesmo. Enfim, falemos de comida, afinal, isso é o coração do restaurante!

O Espírito Santa é dirigido pela Chef Natacha Fink e tem um cardápio bem variado e exótico. Valoriza muito a culinária brasileira, especialmente a amazonense, mas tem um quê do toque internacional. E quando falo cardápio, entendam: comida e drinks. Siiiim! Aqui, até os drinks ganham um toque especial.

Para quem curte uma dieta, uma coisa bem bacana de lá é que os pratos tem avisos sobre a presença de ingredientes como o temido glúten e a lactose. Além disso, uma parte do cardápio é dedicada aos vegetarianos. E, para fechar os ingredientes são orgânicos, vindo até da Amazônia! Ou seja, tem como chamar o grupo mais variado de amigos, que vai ter opção para todos os gostos e dietas.

Quando estivemos por lá, saboreamos uma boa frigideira de camarão para dois, que foi na medida certa para a gente. Foi excelente! Meu único arrependimento foi não ter comido mais devagar para curtir mais o sabor da comida.

Frigideira de Camarão - Espírito Santa - Santa Teresa
Da série “ocupada demais comendo”: a frigideira de camarão (créditos: Peixe Urbano)
Espírito Santa - Santa Teresa - Entre amigos
Foto feia mas é a única prova que tenho do nosso almoço 😛

Na sobremesa, cada um foi para um lado. Eu fui de Maracatu, uma tortinha de chocolate recheada de geléia de cupuaçu. O sabor é bem diferente e, se você for uma formiguinha como eu, vai achar até um pouco amargo. O maridão escolheu o Bola Preta, que é uma mistura de chocolate com farofa de castanhas. Bem mais docinha, o que me fez pensar que devia ter escolhido essa…

Maracatu - Espírito Santa - Santa Teresa
Da série “ocupada demais comendo”: Maracatu – bonito, não? (créditos: Peixe Urbano)

No geral, o atendimento foi bem atencioso e não tivemos muita dificuldade para contatar os garçons, que ficavam ali pela meiuca dos dois ambientes. Demos sorte de chegar cedo, lá pelas 12h, então, ainda pegamos o movimento inicial do restaurante, que vai enchendo aos poucos.

Dicas

– Para quem curte levar o próprio vinho, o restaurante permite sem cobrar taxas extras.

– O restaurante é pequeno, com uma capacidade para umas cento e poucas pessoas. Na alta temporada e finais de semana costuma encher. Então, se quiser garantir um bom almoço sem ter que ficar aguardando em fila de espera, faça sua reserva antes.

– Em dias de calor, a boa é ficar na parte interna do restaurante. Se for fazer reserva, se certifique de escolher um lugar dentro do restaurante.

– Eles disponibilizam o cardápio online com preço e tudo. Dá uma olhadinha para ter uma noção!

– O restaurante costuma fazer promoções em sites de compras coletivas, o que acaba sendo uma opção para reduzir os custos. Achei essas aqui no Peixe Urbano!

– Se o cardápio diz que um prato é para uma pessoa, é para uma pessoa. Se é para dois, é para dois. As porções são bem na medida certa mesmo, em tudo: nas entradas, pratos principais e sobremesas.

– Para quem curte uma degustação, o restaurante tem o Espaço Desnível, que tem um cardápio diferenciado de temporada, com criações exclusivas fora do tradicionalmente servido no restaurante.

Espaço desnível - Espírito Santa - Santa Teresa
Da série “esqueci de tirar uma foto boa”: Espaço desnível (créditos: Peixe Urbano)
Funcionamento

Todos os dias, das 12h às 00h.

Como chegar
De bondinho

Sim, você pode usar o bondinho de Santa Teresa, que atualmente está em fase experimental (mais informações? Veja aqui). Desça na estação do Largo dos Guimarães, se as obras permitirem, ou na do Largo do Curvelo, que fica a uns 250 metros do restaurante. O restaurante fica quase no meio do caminho entre os dois. Em 5 minutos você chega nele.

De ônibus

Tem dois pontos que ficam quase que à mesma distância de uns 200 e poucos metros do Espírito Santa. Um fica na própria rua Almirante Alexandrino, próximo ao Largo do Curvelo. O outro fica na rua Paschoal Carlos Magno, perto do Largo dos Guimarães. As linhas 006 (Santa Teresa – Castelo), 007 (Central – Silvestre) e 014 (Castelo – Paula Matos) passam nos dois.

De Táxi

Uma corrida de táxi a partir dos Arcos da Lapa dá em torno de R$ 10-15 e o percurso leva de 5 a 10 minutos.

De carro

Infelizmente, o restaurante não tem estacionamento e, hoje em dia, algumas das ruas próximas estão em obra. O jeito é estacionar numa das ruas residenciais nas proximidades mesmo. A gente deixou o carro na Rua Dias de Barros, próximo ao largo do Curvelo, e voltamos pela Almirante Alexandrino até o restaurante. Foi uma caminhadinha de pouco mais de 5 minutos.

Custos

Já vou avisando, o restaurante não é dos mais baratos. E vamo combinar: de vez em quando uma extravagância cai bem, né não?

O preço médio dos pratos principais é uns R$ 90-100. A frigideira de camarão para dois que pedimos, por exemplo, custa R$ 151. Das sobremesas escolhidas, o Maracatu custa R$ 25 e o Bola Preta, R$ 19,50.

Assim como a grande maioria dos restaurantes do Brasil, cobram uma taxa opcional de 10% em cima do valor final da refeição e aceitam pagamentos em dinheiro, cartões de crédito ou débito.

A boa é que eles expõem os preços no cardápio no site deles, então, você já pode se preparar para o que vai pedir. E, claro, para reduzir os custos, procure nas compras coletivas, conforme comentei lá nas dicas. 😉

Como se vestir

O restaurante não tem um dress code muito definido, não. Vá à moda carioca: bermuda/shorts e camiseta. Só não vale ir de chinelos!

Público alvo

Esse é um restaurante para todos os gostos! Tem espaço para celíacos, quem tem restrição à lactose, quem come comida orgânica, todo mundo.

Mais informações
Endereço Rua Almirante Alexandrino, 264 – Santa Teresa
Telefone (+5521) 2507-4840
E-mail [email protected]
Site www.espiritosanta.com.br
Combinar com…?

Parque das Ruínas e Chácara do Céu

 

COMPARTILHAR
Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui