Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.

Mahatma Gandhi

Vez por outra me pego refletindo sobre a vida e se estou/sou feliz. Às vezes me sinto o ser humano mais infeliz do mundo, às vezes o mais feliz. Acho que toda mulher tem esses altos e baixos, deve ser uma combinação louca das nossas características emocionais e hormonais. Mas fato é que andei pensando sobre o que mais precisava para ser feliz e a surpreendente resposta é: nada! Pois é, nadica de nada. Não sei se a resposta impressiona a alguns ou não, mas aqui explico o ponto de vista de que nem eu, nem ninguém precisa de mais nada para ser feliz.

A gente vive criando regrinhas e metas para a nossa própria felicidade e esquece que cada momento da nossa vida é precioso demais para ser desperdiçado na ansiedade contínua do que mais alcançar para finalmente se sentir satisfeito com essa vida. Entendam que não estou dizendo que não precisemos de metas para evoluir. Digo que não precisamos de colocá-las como pré-requisito para aquele sorriso sincero, aquele sentimento de paz e completeza com aquilo que já conquistamos. Não temos que esperar a vida passar para aproveitá-la depois da checklist marcada.

Vivemos nos comparando com as imagens produzidas pela mídia e pelas pessoas do que é felicidade. Se os nossos amigos fazem tais e tais viagens, se nossos vizinhos levam tal estilo de vida, se as famosas andam com tal modelito, se ser “econatureba” está em voga… é isso que impomos como objetivo para a nossa felicidade.

Sinceramente, cada um de nós somos indivíduos e o que torna a nossa humanidade tão interessante é a diferença que existe entre nós! E daí se strogonoff é o prato favorito do meu marido e o meu não? E eu amo hot philadelphia e ele não gosta nem um pouco? É justamente essa forma de saborearmos a vida que a torna tão diversa e encantadora.

Imagina como tudo seria monótono se todos estivéssemos no mesmo patamar? Ou tivéssemos o mesmo emprego, o mesmo carro, o mesmo corte de cabelo, os mesmos gostos? O mundo ia parecer uma fábrica da Ford com um modelo e cor de carro só! Que caos! Se acho muito atraente a diversidade de carros que há nas ruas e é tão bom poder sempre almejar um diferente, mais moderno, de outra cor, pense como é delicioso viver num mundo com a heterogeneidade das pessoas é algo lindo e todo dia posso ser alguém melhor e diferente do que fui no dia anterior. Mas não quero tornar isso um fardo para a minha vida e sim uma escolha diária do sabor que quero provar e aproveitar o máximo.

Conselho de amiga: nunca, jamais espere para ser feliz. Seja feliz pura e simplesmente!

Para acompanhar a leitura


Fft é um acrônimo para “Food for Thought”, uma expressão em inglês que pode ser traduzida como “Alimento para o pensamento”.

COMPARTILHAR
Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui