Sabe aquelas cenas que acontecem em filmes e em desenhos animados onde a personagem diz “Eu nuuuuuuunca vou fazer isso!” ou “Nossa, eu jamaaaaaais irei a esse lugar”? Aí, na cena seguinte… “Pimba”! Lá está ela, de cara lavada, vivendo exatamente o que jurava não fazer até a morte e se divertindo à beça! Foi exatamente assim que aconteceu comigo! Por alguns momentos eu juro que me questionei o que eu iria fazer no Vale dos Dinossauros se eu morro de medo deles, tenho pavor de Jurassic Park e sempre dei “graças a Deus” por não ter nascido na época jurássica. Então, afinal, o que é que eu estava fazendo ali??? A resposta é bem simples, eu queria curtir tudo na minha viagem a Foz! Acabar com todos os meus preconceitos e me jogar numa experiência que era muito diferente dos meus padrões de divertimento, mas que poderia ser sensacional! Eu nunca saberia se não fosse. Para a minha felicidade e a de vocês, eu fui e deu certo! E cá estou eu a contar e a sugerir este passeio sensacional! Eu adorei, espero que vocês curtam também!

Super felizes! kkkkk

Descrição do passeio

Bom, assim que entramos, a sensação que eu tive era de estar no filme Jurassic Park (que eu sempre amei desde criancinha… #SQN)! Os “bichos” não paravam de gritar e logo na entrada já me deu medo e curiosidade!

Na primeira curva encontramos um carro virado. Ah, de boa, super normal naquela época! Os homens das cavernas costumavam capotar quando fugiam dos dinossauros… Tinha muitas pedras! Isso quando um pterodáctilo ou outro não achava que era um brinquedinho para os seus filhotes e sem querer deixava cair. Tudo normal!

Ops! Alguém tropeçou numa pedra!

E bem na segunda curva… Ele mesmo… O próprio… Em carne e osso #SQN… O tão temido por todos (principalmente por mim)… Tiranossauro Rex! Aaaaaahhhhh!

Oh, meu Deeeus! Salvem-me! Socorro!

Daí para lá, durante toda a trilha, nos deparamos com os seres mais intrigantes do universo! É incrível imaginar que eles viveram aqui e sumiram como mágica! Até hoje não consigo pensar como essas criaturas tão grandes e tão fortes foram extintas. Mas graças a Deus, Ele resolveu fazer um change em seus projetos e levou esses adoráveis bichinhos para brincar em outro plano (espero que não seja no céu, porque estou me esforçando bastante para conseguir uma vaga lá)! Eram ou não eram fofinhos?

Oh, que bichinho fofo! Imagina ele no seu jardim brincando com seu filho! Que graça!

Seguimos o nosso caminho e a cada instante era uma descoberta nova. Aí eu comecei a me empolgar! Não façam isso! Quer dizer, não se reprimam, mas não tirem esse tipo de foto! Credo!

Porque que as pessoas fazem essas coisas, gente?

Enfim, adoreeei! Tudo parecia tão real! A melhor viagem no tempo que já fiz, até agora!

Léo, o fotógrafo!

Dicas

– O que faz a diferença para um passeio ser divertido é a forma como você o fantasia. Sou dessas que adora entrar na personagem e me jogar na aventura acreditando completamente que aquilo é real! A dica é: se divirta bastante! Imagine mesmo que você está lá! Faça valer à pena!

– Na entrada do Vale há uma lojinha montada estrategicamente para o seu filho! Não tem como fugir. Tanto na entrada quanto na saída, você terá acesso e, consequentemente, ele também! Prepare o bolso e faça a alegria da criançada! #nostress

A alegria da criançada! Êhhhhhh!

– Leve sua câmera, faça vídeos e tire fotos divertidas fazendo caras e bocas e várias poses!

Funcionamento

Diariamente de 8h às 18h, inclusive finais de semana e feriados!

Como chegar

É muito fácil! Só seguir de carro, a pé, de bicicleta, de ônibus ou de táxi na Avenida das Cataratas até o número 8.100 (BR-469)! Se sua opção for o carro, fique tranquilo que lá o estacionamento é de graça e tem muitas vagas!

Como se vestir

Sugiro roupas leves e confortáveis.

Se estiver frio, calça jeans, botas e jaqueta! Ninguém vai passar perrengue!

Custo da visita

Valor do Ingresso: R$ 40,00.

Crianças de 05 a 12 anos, idosos acima de 60 anos, estudantes e professores pagam meia entrada.
Crianças até 04 anos e PNE (portador de necessidades especiais) têm entrada gratuita.

Obs.: Os ingressos adquiridos para o parque poderão ser utilizados em até 1 ano e podem ser adquiridos pelo site ou na bilheteria do Dreamland (o Vale dos Dinossauros fica anexo a este).

Atualizado em 10/11/2015

Público Alvo

Toda a família!

Tempo de Visita

Não há um controle do tempo, mas dá para fazê-lo em 45 minutos tirando váááárias fotos!

Mais Informações

Site: http://tiny.cc/bilw5x

Fone: (45) 3527-8100

COMPARTILHAR

O Lolepocket abre espaço para outros autores que queiram contar suas experiências de viagem.
Compartilhe as suas histórias com a gente! :)

9 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui