Trilha do Corcovado | Como se preparar e curtir a paisagem carioca

14

E eis que a gente subiu no Corcovado de Trilha! E agora dá para ter o orgulho de chegar aqui e contar para vocês como é o passeio, o que esperar e, principalmente, o que fazer para não ter furo. Afinal, passeio perfeito é aquele em que a gente sai bem e volta melhor ainda.

E, para sentir o momento e ver se encara o desafio, nada melhor que um videozinho para mostrar para vocês a verdade por trás daquelas fotos lindas que os trilheiros compartilham no Facebook e Instagram (a gente compartilhou a nossa, quem viu?). Dá o play aí e sente a situação da pessoa. 

Só não esquece de depois dar aquela curtidinha básica e aproveitar para assinar o canal. A gente se precisa, vai? 😛

Como falei que ia passar mais umas informações para vocês e, para a pessoa aqui promessa é dívida, vamos a elas!

|Outra trilha no Rio de Janeiro, só que mais tranquila.|

Sobre a Trilha do Corcovado

Qual a extensão da trilha? 2,5 km e 700 metros de altitude, mais ou menos, até o topo. Pelo caminho faz parecer mais para alguns. 😛

Quanto tempo leva a subida? Depende do preparo físico do grupo. Um tempo razoável é entre 2h e 2h30.

O que vou ver? Além da vista espetacular do topo com o Rio de Janeiro a seus pés (para quem paga a entrada do Cristo, claro), vai poder entrar em contato com um pouco da Mata Atlântica na Floresta da Tijuca e ver os macaquinhos pregos aprontando pelo caminho.

Para subir ao Cristo pela trilha, vou ter que pagar? Sim. O tarifário todo a gente comentou aqui.

Depois de cruzar os trilhos do trenzinho, quanto tempo leva para chegar ao Cristo? De 15 a 20 minutos, mais ou menos.

|Se a trilha ficou pesada, aqui tem outras formas de subir ao Corcovado.|

Para curtir melhor a subida pela Trilha do Corcovado

O que levar

Repelente: um dos bons para espantar os mosquitos. Lembra que você está andando numa floresta tropical, né?

Protetor solar: Rio de Janeiro, sol brabo… oi?

– Água: tipo, 1,5 litros a 2 litros. Não precisa dar uma de atleta e levar isotônico. Água está de bom tamanho. 😉

– Lanchinho leve: para quem não quer gastar nos quiosques do Cristo, que muitas vezes praticam preços bem salgados, vale lembrar de levar uma fruta, barrinha de cereal e sanduíche natural. São muitas horas de trilha, se liga: vai dar fome.

– Óculos escuros: uma parte da trilha é em mata fechada e dar para ir sem. Mas quando chega lá pelo topo, você vai entender o motivo dessa recomendação.

– Saco de lixo: vamos manter a natureza limpa como deve ser. O que você traz, você leva, belê?

– Máquina para fotografar: mas uma que seja leve, por favor! Nada de levar câmera profissional para trilha. Vai de celular ou uma mais compacta, pelamor...

O que não levar

– Itens de valor: você vai ver alguns guardas em pontos estratégicos, mas lembre que a trilha é em mata fechada e perto de algumas favelas no Rio de Janeiro. Já se ouviram histórias de assaltos na área, então, vamos pensar na realidade e levar o fundamental.

Excesso de peso: falando em fundamental, outro motivo para pensar muito bem nos extras que quer levar. Eles vão ficar nas suas costas por algumas horas.

Como se vestir

Use roupas leves e que permitam a mobilidade. Nos pés, use no mínimo tênis, muito embora uma boa bota de trilha para evitar derrapadas e proteger os tornozelos seja muito bem vinda.

Outras dicas fundamentais

– Procure observar a previsão do tempo. Afinal, a graça é ter visibilidade lá em cima. Quando fomos, a previsão dizia que estaria tempo aberto e, mesmo que o início do dia dissesse o contrário, ela acertou.

Vá com um profissional. Como falamos com vocês fomos com o pessoal da JR Turismo, que já estão acostumados e sabem orientar nas partes mais complicadas da subida. Especialmente para quem faz trilha esporadicamente, esse help é fundamental.

– Esteja em dia com o seu médico. A trilha é pesada, mas não é impossível. No entanto, o mínimo de preparo físico é necessário.

Como foi o passeio com a JR Turismo

Na verdade, a gente já faz umas trilhas com a JR Turismo há um tempo. E, se voltamos, é porque curtimos o trabalho deles, certo? Senão, seria muito masoquismo.

Eles tem experiência na área, com guias certificados e que respeitam totalmente o ritmo do grupo. Além disso, durante o passeio eles tiram várias fotos do grupo, que depois são publicadas no Facebook, e ainda são super bem humorados e bacanas de se oferecer para tirar outras para a gente com os nossos respectivos equipamentos.

Os preços costumam ser bem camaradas e variam, claro, de acordo com a trilha. Essa do Corcovado estava por R$ 40/pessoa. Aqui embaixo está a programação deles para Outubro ver se anima de fazer uma trilhazinha antes que 2016 acabe.

Dia Trilha
 01 Circuito das Grutas
 08 Morro Dois Irmãos
 09 Travessia das Paineiras x Vista Chinesa
 12 Morro da Urca
15 Morro Dois Irmãos
 16 Pedra Bonita
 22 Pedra Bonita
 23 Corcovado
 29 Circuito das Grutas
 30 Morro Dois Irmãos

Podem entrar em contato pela fanpage ou pelo WhatsApp que eles respondem bem rápido.

Contatos

Fanpage  JR Turismo Trilhas e Aventuras
 WhatsApp  (+55) 21 99415 8513

(+55) 21 99232 9114

Como chegar ao Parque Lage

De carro

Para quem vem da Zona Oeste do Rio de Janeiro, a melhor opção é vir pela via expressa da Linha Vermelha, seguir para o Túnel Rebouças e pegar a saída para a Gávea/Jardim Botânico. Depois, é seguir o caminho para o Jardim Botânico.

Para quem vem da Zona Sul, a coisa fica mais fácil. Só seguir a Rua Humaitá ou vir beirando a Lagoa na Epitácio Pessoa e seguir as plaquinhas para o Jardim Botânico.

Se você tem a intenção de estacionar no Parque Lage, chegue cedo. O estacionamento é pequeno e enche rápido, especialmente nos finais de semana de tempo bom no Rio de Janeiro, quando as pessoas aproveitam para curtir o lugar, fazer piqueniques ou até ensaios fotográficos. Além disso, se prepare para pagar R$ 10 na mão do flanelinha.

De transporte público

Pelo metrô, você pode pegar a linha 1 ou 2 e descer na Estação Botafogo. Daí, é usar a integração do Metrô na Superfície no sentido Gávea e descer no Hospital da Lagoa. Depois, você anda mais uns 5 minutos e está na entrada do Parque Lage.

Se preferir o ônibus, várias linhas passam por lá. Pode escolher: a 101, 105, 109, 416, 508, 538, 548, 751D, 775D, 1750D, 1775D, 2014 e 2750D, todas te deixam pertinho do Parque Lage.

Informações Práticas

Parque Lage

Endereço  R. Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico
Telefone (+55) 21 3257 1800
Horário de Funcionamento Diariamente, 8h às 17h
Custo da entrada Gratuito

Fizemos a trilha do Corcovado a convite da JR Turismo, mas em todo o momento foram resguardadas as nossas opiniões aqui expressas. A nossa prioridade e compromisso é repassar informações verdadeiras aos nossos leitores amigos. Afinal, a experiência de vocês é o que há de mais importante para a gente.

COMPARTILHAR

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão “carpe diem”. Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

14 COMENTÁRIOS

  1. Olá Dayana! Fiz essa trilha uma vez treinando para uma prova meio bizarra que faríamos e gostei muito. No entanto, não tenho tido muita coragem para voltar, por conta da situação de segurança. Uma pena, pois é um treino bem forte e completo!!!
    Parabéns pelo post detalhado e pelo vídeo! Eu não peguei o trenzinho passando, he he he! E você foi super bem, apesar da sujeira final (normal total!!!), he he he!!!
    Um super beijo
    Carolina

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui