Com águas mornas e de um azul esverdeado lindíssimo, as praias de Fortaleza seduzem o visitante. Porém, das quatro principais, Iracema, Meireles, Mucuripe e Praia do Futuro, apenas a última é própria para banho. Por isso, muitas vezes, a opção adotada pelos turistas à procura de paisagens inesquecíveis e um banho de mar garantido é fazer passeios bate e volta a partir da capital cearense.

As praias nos arredores de Fortaleza que precisam estar na sua lista

#1 Canoa Quebrada

Com sol quase o ano inteiro, pertíssimo da linha do Equador e de fama internacional, Canoa Quebrada ou “a praia da lua e da estrela”, já esteve mais em alta. Mas, fato é: continua encantando, de alguma forma, que chega até aqui.

Sua história começou lá pelos idos da década de 70, onde hippies e mochileiros se aventuraram a desbravá-la. O nome? Se deve à embarcação portuguesa que chegou empurrada às margens do povoado de Aracati.

O cartão postal mais procurado da área são as suas dunas e falésias tatuadas com o logotipo mais famoso do Ceará. Sim, há mais de uma versão do bendito. A mais bem cuidada é tem acesso facilitado pelos buggys. Porém, nada impede o visitante de fazer uma caminhada de 10 minutos para leste do ponto de apoio dos passeios, a Barraca Antônio do Coco, e encontrar, como quem não quer nada, outra versão da lua e da estrela a custo zero.

Praias em Fortaleza - 1
A 10 minutos de caminhada da Barraca do Antônio do Coco

Os passeios de buggy são oferecidos nas barracas e aglomerados de bugueiros e, para quem está em pousada, por lá também. tem duas versões. Há duas opções deles. Uma que segue pelas dunas (R$ 200 para até 4 pessoas), onde é possível parar em pontos para fazer esquibunda ou tirolesa (R$ 5-10/pessoa). A outra vai até Ponta Grossa (R$ 350 para até 4 pessoas), em que a visão das falésias pelo caminho torna a coisa muito mais interessante.

Outros opcionais da praia são a jangada (R$ 20 por 30 minutos de passeio), o vôo duplo de parapente (R$ 120 para 15 minutos de vôo) e as massagens à beira mar. Há também quem ofereça passeios de quadriciclo, mas fica o alerta com relação à segurança, já que ouve-se casos de diversos turistas que acabam se acidentando por lá.

Praias em Fortaleza - 2
Vôo duplo de parapente em Canoa Quebrada

As maiores barracas na praia são a do Antônio do Coco e a Chega Mais Beach, que dispõem de restaurante, piscina e armários para locação. Para refeições mais baratas, vale vasculhar as barracas que ainda persistem na região.

A boa aqui é passar a noite. Assim, dá para ver o sol se pondo (na… Duna do Pôr do Sol!) e, ainda, conhecer a vida noturna agitada na sua avenida principal, a Dragão do Mar, ou a Broadway, para os íntimos.

#dicadeviajante

1. Há quem faça o passeio para Canoa Quebrada na versão das 3 praias. Mas, faça esse se for passar a noite em Canoa Quebrada. Caso contrário, vale fazer o passeio de 1 dia exclusivo para lá.

2. Uma boa pedida: ir até Canoa Quebrada pelo passeio das 3 praias, passar a noite e voltar com o passeio de 1 dia. Para isso, feche com uma agência que trabalhe com ônibus de turismo, assim você terá espaço para alojar suas malas no trajeto.

Informações gerais

  • Distância de Fortaleza: 160 km (2h30 de carro).
  • Pontos altos: jangadas, falésias com a lua e a estrela e a noite na Broadway.

Como chegar

  • De carro: em direção à Rota do Sol Nascente, pela CE-040.
  • De ônibus: a viação São Benedito realiza saídas diárias da rodoviária de Fortaleza. Outra opção é ir pelas viações Nordeste ou Guanabara, descer em Aracati e de lá pegar outro transporte para Canoa.
  • De passeio organizado: diversas agências oferecem o passeio, inclusive com representantes ao longo da Avenida Beira Mar. Fizemos e indicamos a OceanView Turismo, onde o passeio custa R$ 55 ou R$65, para a versão das 3 praias. Eles aplicam um desconto de 10% para pagamentos em dinheiro.

#2 Morro Branco e Praia das Fontes, a dupla dinâmica

Sim, a pessoa aqui sabe contar e está ciente que listou aqui 2 praias. O motivo para isso é que essas praias, no município de Beberibe, são uma extensão uma da outra.

Parte 1: Morro Branco

Normalmente, os passeios na região seguem uma sequência. Primeiramente, faz-se a visita ao Centro de Artesanato, onde é possível adquirir presentes e lembrancinhas que serão entregues a você posteriormente, caso faça o passeio com os buggys (R$ 65/pessoa). Entre os itens que se pode adquirir estão as garrafinhas com areia colorida (silicografia), rendas e outros artigos, todos produzidos na região. O maior atrativo são os preços: que são um dos mais baratos que você deve encontrar em relação a Fortaleza, especialmente para as garrafinhas.

Praias em Fortaleza - 4
O artesanato com areias coloridas

O maior destaque de todos os tempos é a atração linda e diferente entre as praias do Ceará: o Monumento Nacional das Falésias. É possível caminhar por entre elas e observar de perto as diferenças entre as 12 tonalidades de areia que deram origem ao artesanato daquelas garrafinhas coloridas. Aqui, vale um parêntesis: hoje em dia não se faz mais dessa forma, mas pela coloração artificial das areias, para fins de conservação das falésias.

Essa caminhada pode ser feita solo, embora de desvencilhar dos guias da região seja uma missão e tanto, especialmente se você está de buggy e/ou passeio, já que fica atrelado a um grupo. Eles costumam cobrar uma contribuição “voluntária” de qualquer valor (experimenta não dar para ver a cara amarrada das pessoas!).

Praias em Fortaleza - 3
Entre falésias em Morro Branco

Seja como for, fatos que não vão mudar é que por essas falésias é que foram gravadas novelas e filmes. Quer exemplos? Uma das aberturas do Fantástico de tempos atrás e as global “Tropicaliente”.

Vale dizer que na caminhada até as falésias, você ainda encontra pontos curiosos como uma casa onde foi filmada a novela global “Final Feliz” (mais uma!), que hoje funciona como ponto de venda de artesanato, e a igreja de São Pedro, padroeiro dos pescadores.

Para quem está de buggy, daqui, segue-se rumo à Praia das Fontes. Aos que não estão, resta voltar andando pelas falésias até o microônibus do passeio, caso esteja num organizado.

Parte 2: Praia das Fontes

O diferencial da praia, como o nome já diz, são suas bicas de água semi-mineral que brotam das falésias. Algumas, inclusive, tem até canaletas rusticamente instaladas, onde as pessoas tomam banho depois de sair do mar.

Praias em Fortaleza - 5
Passeio de buggy entre Morro Branco e Praia das Fontes

Dependendo da maré, um dos pontos de parada dos visitantes é a gruta da Mãe d’Água, ou Gruta da Açucena (por conta da novela global), onde é possível vislumbrar água vindo dos lençóis freáticos e brotando do teto.

Aqui, também dá para esticar até a praia do Diogo e conhecer a lagoa de água doce de Uruaú. É justamente nesse ponto que acontece a parada mais barateira para lanches, com barraquinhas vendendo, por R$ 10, trios de qualquer coisa (espetinhos, refrigerante, cerveja, água).

Praias de Fortaleza - 6
De boa na Lagoa de Uruaú

Além desses pontos, o passeio de buggy (R$ 65), que dura em torno de 2 horas, ainda permite a visão do parque eólico da região. É um tour mais contemplativo, ou seja, nem tem a opção “com emoção”. Para quem estiver com tempo, vale pechinchar na Associação dos Bugueiros de Morro Branco, que são os credenciados para transitar com turistas.

Um dos pontos de apoio para quem vem nos passeios organizados é no Hotel das Falésias, que conta com a infraestrutura de restaurante (com preços variando entre R$ 80-100 para 2 pessoas), piscinas, armários (R$ 10) e lojinhas de artesanato. Se você quer calmaria, outra opção para almoço é o Hotel Bougainville.

#dicadeviajante

Se for priorizar um passeio de buggy entre todas as praias apresentadas neste post, fique com esse aqui. É o que você consegue aproveitar melhor em termos de custo benefício.

Informações gerais

  • Distância de Fortaleza: 85 km (1h30 de carro).
  • Pontos altos: as falésias mais lindas do Ceará, a lagoa de Uruaú e as fontes naturais de água doce.

Como chegar

  • De carro: em direção à Rota do Sol Nascente, pela CE-040.
  • De ônibus: a viação São Benedito realiza saídas diárias da rodoviária de Fortaleza.
  • De passeio organizado: diversas agências oferecem o passeio, inclusive com representantes ao longo da Avenida Beira Mar. Fizemos e indicamos a OceanView Turismo, onde o passeio custa R$ 45 ou R$65, para a versão das 3 praias. Eles aplicam um desconto de 10% para pagamentos em dinheiro.

#3 Lagoinha

Um dos cartões postais mais divulgados do Ceará: praia com jangadas ao fundo, coqueiros e tranquilidade. Talvez seja esse o maior motivo para a esticada até aqui.

Praias em Fortaleza - 7
Praia da Lagoinha, um dos cartões postais do Ceará

Em contraste com as praias até este ponto, essa fica no lado oeste de Fortaleza, bem no município de Paraipaba. Aqui, você encontra dunas que formam mirantes naturais com vista panorâmica da praia da região, um deles é, inclusive, parada de basicamente todos os passeios de buggy.

Falando em buggy, aqui também há duas versões do passeio: uma mais curta delas (R$ 100 para 4 pessoas), com duração de 1h, e outra que é mais um 3 em 1 (R$ 65/pessoa), com duração de 1h40 e que envolve a participação de outros dois meios de transporte, um catamarã e um pau de arara.

O passeio segue basicamente assim: com o buggy, é possível conhecer as lagoas, como a do Jegue (onde esses animais param para beber água), fontes de água doce, uma cachoeira e a vegetação da região; a seguir, a bordo do catamarã, pode-se atravessar a lagoa das Almécegas, a maior da região, e descansar na reserva se estirando nas espreguiçadeiras ou nos redários dentro da água, em uma parada que dura em torno de 30 minutos; a volta acontece num pau de arara, onde o guia local conta curiosidades do local através de muitas piadas com a ilustração de um cenário simples da região. Ao final, ele também pede aos turistas risonhos uma “contribuição voluntária”.

#dicadeviajante

Sinceramente, tudo é feito a “toque de caixa” e talvez valesse mais ficar na praia curtindo a vista, o sol e o mar. Mas, para quem quer ver mais do que a região tem a oferecer, vale a experiência.

Praias em Fortaleza - 7
Vista para a Lagoa das Almécegas

Além do passeio de buggy, os surfistas fazem a sua alegria por aqui. A melhor época para a prática, como em basicamente todo o Ceará, acontece entre setembro e fevereiro.

Para quem tiver mais tempo, pode aproveitar os dias de maré baixa para esticar pela praia até Flecheiras passando por Guajirú.

Aos que vão de passeio organizado, um dos pontos de apoio é o restaurante Manzari (R$ 80-100 para duas pessoas). O local conta com armários para locação (R$ 10) e uma lojinha de souvenirs. Se quiser um almoço mais barato, fuja da conversinha do guia e explore a costa da praia para o lado leste. Por lá, você encontrará barracas onde comer a preços mais razoáveis.

Pelo lado leste da praia, também é possível explorar a pé as dunas e ficar mais próximo dos coqueirais delas.

Informações gerais

  • Distância de Fortaleza: 130 km (2h de carro).
  • Pontos altos: coqueirais no alto das dunas e lagoa das Almécegas.

Como chegar

  • De carro: em direção à Rota do Sol Poente, pela CE-085.
  • De ônibus: reza a lenda que a viação FretCar realiza o trajeto a partir da rodoviária de Fortaleza, mas não conseguimos simular as compras de passagens no site.
  • De passeio organizado: diversas agências oferecem o passeio, inclusive com representantes ao longo da Avenida Beira Mar. Fizemos e indicamos a OceanView Turismo, onde o passeio custa R$ 50. Eles aplicam um desconto de 10% para pagamentos em dinheiro.

Dicas para aproveitar melhor os passeios

  • Para quem vai de bate e volta desde Fortaleza nos passeios organizados pelas agências e pretende almoçar em alguma das praias, vale questionar sobre o tempo de preparo dos pratos. Se a sua intenção é ficar nos pontos de apoio mesmo, por ficarem mais cheios, deixe o pedido adiantado com o garçom.
  • Se for de ônibus convencional durante a alta temporada, compre as passagens com antecedência.
  • Falando neles, lembre sempre: os ônibus convencionais são o meio de transporte mais lento e são mais interessantes para quem vai passar mais de um dia no lugar. Para ter noção, acrescente de 1h a 2 h ao trajeto normal.
  • Sempre leve cash para os passeios. Nos opcionais, costumam oferecer desconto para o pagamento em dinheiro vivo. Além disso, em Canoa Quebrada, os buggys e cia só aceitam essa forma de pagamento. Na Lagoinha, ainda aceitam débito. Em Morro Branco, aceitam dinheiro, débito e crédito.
  • Melhor fazer esses passeios em dias úteis, pois costumam lotar nos sábados, domingos e feriados.
O pessoal da OceanView Turismo ainda realiza outros passeios, como para a praia de Cumbuco, por exemplo que você pode consultar no site.

*Todos os valores mencionados neste post correspondem à baixa temporada de 2017.

**Esta viagem contou com o apoio da OceanView Turismo. Todavia, as opiniões aqui expressas foram resguardadas a fim de transmitir informações verdadeiras aos nossos leitores amigos.

COMPARTILHAR
Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui