Buenos Aires

Teatro Colón: o dilema da escolha do lugar

Teatro Colón

Teatro Colón: o dilema da escolha do lugar

Estava lá eu pesquisando sobre coisas bacanas para se fazer em Buenos Aires, quando me deparei com a chance de visitar o Teatro Colón, um dos melhores do mundo. Pois é, quem iria imaginar que uma riqueza dessa estaria bem aqui na nossa vizinhança! O bichinho fez 100 anos em 2008, mas está longe de ser velharia.

Acabamos decidindo por conhecer o Teatro Colón assistindo a um ballet por lá. Aliás, essa é uma das melhores visitas que se pode fazer a qualquer teatro: a visita durante um espetáculo. Porque é aí que você sente a acústica, o ambiente, os detalhes parecem ficar mais vivos, enfim… bem mais interessante que um guia falando da história de cada pedaço da decoração, salas e etc.

O Teatro Colón à noite

O Teatro Colón à noite

Enfim, como fomos bem na época do Natal e, portanto, altíssima temporada, tínhamos bons motivos para comprar nossos ingressos o quanto antes. E, daqui do Brazil (sotaque inglês, por favor!), isso seria possível comprando online. Para isso, você só precisa ter um cartão internacional com limite para gastar! 😛

#dicadeviajante

Dependendo do espetáculo e da data, alguns ingressos se esgotam bem rápido, então, se já se sabe o período em que vai estar lá, é bom correr para garantir os ingressos e, mais ainda, bons lugares! Na própria área de compra do site, eles já indicam se as apresentações estão lotadas (sinal vermelho), quase cheias (amarelo) ou tranquilas para comprar (sinal verde). Na alta temporada, 15 dias antes do espetáculo, as seções estavam com sinais amarelos ou vermelhos, apenas!

Para escolher os lugares

Assim que você vai realizar a compra, o site te direciona para a escolha dos lugares e aí começa o dilema. Tomar assientos… QUAL O MELHOR LUGAR A ESCOLHER NO TEATRO COLÓN?!?

Esquema dos lugares do Teatro Colón

Esquema dos lugares do Teatro Colón

O primeiro lugar que você fica tentado a comprar é o Paraiso de Pie, já que os preços, dependendo do espetáculo, partem de AR$ 30 a AR$ 65, em média. Esse nome se justifica porque você está perto do belíssimo teto do Teatro, nada mais. Lá, você terá uma visão péssima do que estiver se passando no palco e não terá lugar marcado, além de assistir às duas horas ou mais de pé e, possivelmente, tendo sua visão reduzida por colunas!

Tem até como pagar um pouco a mais e pegar a parte da frente do Paraiso (Delantera de Paraiso), garantindo a vista ruim do palco pela marcação do lugar, pelo menos. Nesse caso, os ingressos vão variar de AR$ 70 a AR$ 145. Mas, acho que você já deve ter se convencido de que é melhor abdicar do Paraíso, né?

Logo abaixo do Paraiso, fica a Galeria Alta. Os preços dessa ala variam de acordo com a posição em relação ao centro. Se ficar bem no centro, que é a melhor opção, o preço é a partir de uns AR$ 120. Na primeira lateral, que é o lado mais próximo do centro, os preços partem de AR$ 110. Já a segunda lateral é a mais distante do centro e, embora esteja mais perto do palco, tem uma visão bem prejudicada. Os preços para a segunda lateral dependem da fileira que você vai ficar e podem variar de AR$ 30 a AR$ 70, dependendo do quão atrás você se posicione. A boa notícia é que o lugar é marcado, pelo menos.

Uma vista do Paraiso ao Palco Alto do Teatro Colón

Uma vista do Paraiso ao Palco Alto do Teatro Colón

A Tertulia segue a mesma lógica da Galeria Alta, ou seja, os lugares mais caros e melhor posicionados são no centro, de preferência nas primeiras fileiras. Aqui os lugares centrais custam um pouco mais caro (a partir de AR$ 140), por conta da melhor vista. Há, como no caso anterior, as benditas primeira e segunda lateral que, quanto mais distantes do centro, mais baratas ficam. A única diferença é que na Tertulia há uma área atrás da terceira fileira do centro e da primeira lateral que é destinada aos homens assistirem em pé, pagando um preço baratex a partir de AR$ 30.

Entonces, a área do povo termina com a Cazuela. Essa ala só vai até a primeira lateral e tem, à semelhança da Tertulia, uma área atrás da terceira fileira do centro e da lateral que é destinada, dessa vez, só para as mulheres assistirem ao espetáculo de pé, pelo mesmo preço que os homens.

#dicadeviajante

Até aqui, já deu para perceber que a lógica na escolha dos melhores lugares entre o Paraiso, Galería, Tertulia e Cazuela é: sempre escolher os lugares mais baixos e centrais, nas fileiras dianteiras.

Agora vem as áreas dos Palcos Altos, Balcon e Bajos, que são pequenas galerias para 6 pessoas, à exceção do Palco Balcon central, que tem duas alas para 17 pessoas. Os Palcos não possuem lugares marcados e, portanto, funcionam no esquema de ordem de chegada. Confesso que isso me desanimou um pouco na hora da compra, de pagar caro, para no fim das contas, correr o risco de ficar numa fileira de trás. No entanto, quando cheguei lá na hora, observei que a vista é boa, mesmo para quem dá o “azar” de ficar atrás. Só o seu companheiro da frente seguir as regras da casa e deixar o celular desligado, sem tirar fotos do espetáculo. Os preços seguem a lógica da vista, quanto mais para a lateral, pior ela fica, então os ingressos também ficam mais baratos. Os preços aqui partem de AR$ 300.

Por fim, vem a Platea, que é um lugar excelente para se ficar. Quanto mais a frente, obviamente, melhor a vista. Mas mesmo os locais mais distantes do mapa, oferecem uma vista excelente, já que ficam bem centralizados em relação ao palco. Os preços são basicamente os mesmos dos Palcos, ou seja, partem dos AR$300.

#dicadeviajante

Agora, os preços que coloquei aqui são só para vocês terem uma ideia, pois, na alta temporada para um espetáculo concorrido, os preços costumam ser maiores. Além disso, os preços também variam com os horários e datas. Quanto mais tarde, mais caros ficam os ingressos. Quanto mais perto de datas festivas/concorridas, mais caros ficam também. Para vocês terem uma noção, para o Ballet do Quebra Nozes (Casca Nueces) às 20:00 de 23 de dezembro, o custo de um lugar nas últimas fileiras da Platea giravam em torno dos AR$ 900!

Uma coisa bacana de comprar ingressos dos Palcos ou Platea é que o acesso ao Teatro Colón é feito pela entrada principal. Parece besteira agora, mas é uma experiência inesquecível entrar através daquele acesso glamouroso, que faz você se sentir num tapete vermelho do Oscar com direito a fotógrafo e tudo… Tá, exagerei um pouco, mas é quase isso!

Dois pinguins entrando no Teatro Colón (no cantinho da direita dá para ver o fotógrafo!)

Dois pinguins entrando no Teatro Colón (no cantinho da direita dá para ver o fotógrafo!)

|21 dicas para conhecer Buenos Aires no Turistando.in.|

E os melhores lugares são…

Agora, cês me perguntam: que lugares são melhores, afinal? Em primeiro lugar, escolheria o Palco Bajo central. Você fica um pouco acima do nível da Platea, assim dificilmente vai ter alguém na sua frente te atrapalhando, e consegue ter o conforto e o espaço das galerias. Como eu não curto muito essa de assistir espetáculo de lado por pura preservação do meu pescoço, só aceitaria os lugares laterais bem (e coloca BEM nisso) próximos do centro.

Minhas segundas boas opções seriam as posições centrais do Palco Balcon ou a Platea, porque se é para assistir ao espetáculo, bora fazer direito!

No nosso caso, a procura foi concorridíssima, afinal, quem não quer ver o Quebra Nozes às vésperas do Natal?!? Além disso, caímos na furada de deixar para a primeira semana de dezembro para realizar a compra, logo, não conseguimos dois lugares na mesma galeria ao centro!  #fail Acabamos optando pelos lugares da Platea, como falei para vocês.

A vista foi maravilhosa e o espetáculo emocionante. A acústica do Teatro Colón é divina! Mas acho que isso aí já seria assunto para outro post… Enfim, espero ter ajudado com a escolha dos lugares. Se tiverem mais dúvidas, ficarei feliz em responder. 😉

|O Tango de Buenos Aires no Turistando.in.|

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

2 comentários

  • Contessa
    Postado em 21/06/2016 em 6:31 Responder

    Thanks a lot! It is definitely an impressive web page!

    • dayanalole
      Postado em 21/06/2016 em 8:16 Responder

      Thanks, Contessa! I’m glad you liked it.

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.