Giverny

Relato & Dicas: Giverny de Monet

Jardin d'Eau - Giverny - capa

Relato & Dicas: Giverny de Monet

Quando você chega ao Giverny, entende o porquê de Claude Monet ter escolhido essa cidadezinha para ser seu refúgio ao longo de 43 anos. Giverny fica na região da Haute-Normandie e tem o melhor estilo francês de interior, com casinhas charmosas e restaurantes aconchegantes facilmente encontrados. Ela só tem uma rua principal e o nome dela é Claude Monet. Por que será?

Sobre o passeio

Bom, a visita à Fundação Monet pode é feita em três etapas: a casa de Monet e sua coleção de estampas japonesas, o jardim de flores Clos Normand e o Jardin d’Eau (Jardim d’Água), onde fica a famosa ponte japonesa pintada pelo mestre impressionista.

A Casa de Monet

A casa de Monet é um charme só. Foi bem aí que ele viveu com seus oito filhos e sua segunda esposa. O ambiente é um pouco rústico, mas cada cômodo, ainda assim, tem sua característica particular em termos de cores e decoração.

A casa de Monet - Giverny

A casa de Monet

A visita começa na sala de estar azul, passa pela despensa e, então, você se depara com um ponto alto da visita: o ateliê do pintor, com uma coleção de suas pinturas. Depois disso, sobe as escadas e conhece os aposentos particulares dos membros da família Monet. Para fechar a visita, ainda desce novamente ao primeiro andar e encontra o segundo ponto alto da visita: a coleção de estampas japonesas nas paredes amarelas da sala de jantar. A visita termina na cozinha (de boneca) da casa.

Sala de Jantar - Giverny - Divulgação Fondation Monet

Sala de Jantar (foto de divulgação da Fondation Claude Monet)

Cozinha - Foto de Divulgação da Fondation Monet

Cozinha (foto de divulgação da Fondation Claude Monet)

A conservação da casa é surpreendente. Os utensílios e móveis encontrados são muitos deles originais e outros, réplicas. Alguns cômodos passaram por reconstituição cenográfica ao longo dos anos.

Clos Normand

É um jardim florido de um hectare em frente à casa. Era onde Monet ainda cultivava sua hortinha e seu pomar de maçãs. Acabou sendo o sonho colorido do pintor que se tornou realidade, com uma diversidade enorme cores e tipos de flores. Ele mesmo cultivou cada uma delas e fixou os arcos metálicos que a gente vê no caminho principal.

Clos Normand - Giverny

Clos Normand e seu caminho até a casa de Monet

Você acaba querendo mesmo se perder por entre as flores, respirar seus aromas e dar valor à vida simples que se leva aqui.

Flores do Clos Normand - Giverny

Flores e mais flores apaixonantes

Jardin d’Eau

Como um bom artista do impressionismo, Monet era apaixonado pelo jogo de reflexões e luz. Por conta disso, não é de se admirar que tenha comprado um pedaço de terra onde pudesse criar esse seu ambiente de fascinação. No Jardin d’Eau, ele criou um tipo de jardim japonês que mais tarde retratou na sua obra-prima, as famosas Ninféias, que você encontra no Musée de l’Orangerie.

Jardin d'Eau e a ponte japonesa - Giverny

Jardin d’Eau e a ponte japonesa

Espelho d'água - Giverny

Um espelho natural, outra perspectiva da ponte

O Jardin d’Eau é ligado ao Clos Normand por um caminho subterrâneo, facilmente encontrável e por onde você vai ter que voltar, já que a entrada e a saída da Fundação Monet é pela área da bilheteria que fica ao lado da casa de Monet.

Passagem subterrânea - Giverny

Passagem subterrânea que foi construída em função do interesse público

Dicas

– Os jardins são melhor visitados durante a primavera. Como na Europa cada estação do ano é muito bem marcada, essa será a época em que você vai pegar os jardins mais floridos.

– Os jardins costumam ficar mais vazios em dias úteis e fora da temporada de verão, quando os europeus estão de férias. Pense em programar seu passeio nesses dias, assim vai aproveitar melhor e evitar perda de tempo em filas.

– Programe-se para chegar ao Giverny assim que os jardins abrem, antes das excursões que chegam de Paris.

– Resista à tentação de entrar na casa primeiro e faça a visita aos jardins antes. Assim, você poderá  ver as inspirações de Monet antes dos quadros e vai acabar apreciando tudo melhor. Para completar, ainda vai fotografar os jardins mais vazios, já que a maioria dos visitantes vai no fluxo casa-jardins (eita que parece nome de revista isso!).

– Não é permitido fotografar o interior da casa e há funcionários da fundação circulando pela casa para se certificar de que isso não aconteça. Então, não passe a vergonha de ser chamado atenção. 😉

– Considere a opção de almoçar por Giverny. Há vários restaurantes nos arredores com preços variados. Foi por aqui que comemos um dos melhores quiches Lorraine da nossa vida! Pena que não lembro o nome do restaurante agora… #desculpaparavoltar

Funcionamento

Os jardins não abrem durante o inverno.

Em 2016, eles estarão disponíveis para a visitação de 26 de março a 1° de novembro, todos os dias, das 09h30 às 18h. A última entrada permitida acontece às 17h30.

Custo da visita
Tarifa Normal  €9,50
Crianças maiores de 7 anos e estudantes  €5,50
Deficientes  €4,00
Crianças menores de 7 anos  Gratuito

É possível comprar os ingressos online na Digitik (que pratica as tarifas mais baratas!), na Ticketmaster e na Fnac.

Como chegar

A gente mostra aqui como você faz para chegar a partir de Paris.

Tempo de visita

Imagine gastar metade de um dia no Giverny, preferencialmente de manhã. Assim ainda vai poder sassaricar pela cidadezinha e saborear um bom almoço nos restaurantes charmosos de lá.

Como se vestir

As temperaturas no Giverny costumam ser mais frias que em Paris, especialmente pela manhã. Por isso, considere levar um bom casaco que possa retirar durante o dia, quando o sol esquentar (lá pela metade do dia).

Combinar com…?

A visita pode ser combinada com o Musée des Impressionnismes, que conta com uma exposição permanente chamada “Acerca de Monet” e outras temporárias, sempre sob o tema do impressionismo.

#dicadeviajante

É possível comprar o ingresso combinado já na bilheteria dos Jardins de Monet, mas não tem desconto nenhum. Então, se estiver na dúvida se vai ou não realizar a visita ao Musée des Impressionismes, não precisa decidir logo assim que comprar os ingressos dos jardins para garantir desconto nenhum.

As informações práticas estão aqui embaixo.

Funcionamento Aberto das 10h às 18h (última admissão às 17h30) nos dias 25/03 a 03/07 e 14/07 a 06/11.
 Custo Gratuito todo primeiro domingo do mês. Nos outros dias:

Adultos: €7

Jovens de 12-18 anos, estudantes, gestantes e pessoas apresentando a entrada do Château de la Roche-Guyon ou do Musée d’Art Moderne André Malraux Le Havre: €4,50

Crianças de 7-11 anos: € 3

Deficientes: € 3

Gratuidades: Menores de 7 anos e acompanhantes de deficientes.

Endereço 99 rue Claude Monet 27620 – Giverny
Telefone +33 (0) 23251-9465
E-mail contact@mdig.fr
Público Alvo

Essa é uma visita inesquecível para toda a família. A criançada deve achar interessante o colorido dos jardins.

Quem for com crianças pequenas ou idosos, eles podem se cansar da caminhada, pois há bastante espaço a percorrer pelos jardins. Mas há alguns locais com cadeiras disponíveis para vocês continuarem admirando a beleza ao redor enquanto descansam as pernas.

Só não pense em levar seu bichinho: não são permitidos animais por lá.

Acessibilidade

Os jardins de Monet são acessíveis a cadeirantes. Já a casa de Monet possui escadas e não é adaptada a esta necessidade especial, infelizmente.

Para pessoas com problemas de mobilidade, eles disponibilizam algumas poucas cadeiras de rodas.

Mais informações
Site Fundação Monet
Endereço 84 Rue Claude Monet 27620 – Giverny
Telefone +33 (0) 23251-2821
 E-mail contact@fondation-monet.com
dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.