Paris

Quanto custa viajar para Paris?

quanto custa viajar para Paris

Quanto custa viajar para Paris?

Quanto custa viajar para Paris? Essa é a maior das questões! É uma perguntinha sem resposta exata porque, com certeza, esses valores vão variar de acordo com o padrão e a experiência que você deseja para a sua viagem. De qualquer jeito, há alguns itens comuns em que é possível economizar.

Economizando nas entradas: Paris Museum Pass

O primeiro deles é o tempo e o dinheiro gasto na entrada da maioria dos museus e monumentos de Paris e regiões próximas. Para essa tarefa, você pode contar com o Paris Museum Pass. Como ele, você consegue visitar mais de 60 atrações da capital francesa, com acessos através de filas especiais (ou até sem filas).

Dentre as atrações estão o Arco do Triunfo, Hôtel des InvalidesCentre PompidouConciergerieMusée du Louvre, Notre-Dame, Palácio de Versailles e muitos outros (lista completa aqui). Não se preocupe em anotar os locais, pois o próprio Paris Museum Pass vem com a lista de locais e endereços para te auxiliar.

Pode-se adquirí-lo com uma validade para 2 dias (48), 4 dias (62) ou 6 dias (74). A validade começa a contar a partir da data de visita à primeira atração utilizando o passe. Em média, as entradas tem o custo de uns 10 a 12, então, no geral, ele vale muito a pena. Infelizmente, a Torre Eiffel não está inclusa no pacote, mas dá para contar nos dedos as atrações que não estão.

De graça no Museu do Louvre

O Louvre aceita o Paris Museum Pass

Quanto gastar em transporte em Paris?

A segunda dica é aproveitar muito o transporte de metrô. Em função do trânsito caótico, é contraindicado o uso de táxi, pois você vai gastar muito dinheiro (e tempo!) nos translados dentro da cidade.  Por outro lado, Paris conta com uma malha metroviária muito ramificada (como a Europa de maneira geral).

Cada ticket de metrô custa 1,80€. Mas, para nós turistas, indico comprar logo o carnê de 10 tickets por 14,10€, que dá para durar bem dependendo da sua disposição para caminhadas.

Aqui, abro um parêntesis para o fato de que Paris é excelente para caminhadas. Vale a pena eleger uma região e pegar o metrô até ela. Depois, aproveite para caminhar e explorá-la ao máximo. Assim, é possível se admirar com fachadas de lojinhas e prédios e com o charme das ruas dessa cidade apaixonante. Prometo que você não vai se arrepender.

#dicadeviajante

É importante que, de metrô, você guarde seu ticket até o fim da viagem. Ele pode ser exigido por fiscais ou até mesmo para o uso nas máquinas para a liberação da saída.

Paris Visite: vale a pena?

Uma alternativa de passe para o metrô é o Paris Visite, que, inclusive, pode ser adquirido pela internet. Esse passe é comprado de acordo com as regiões onde se deseja transporte.

Há um passe mais barato para as zonas de 1 a 3, que englobam Paris e suas regiões mais próximas. Se quiser se transportar para Versailles, Eurodisney ou os aeroportos, é necessário adquirir passes para as zonas 1 a 5. Pode-se comprar esse passe para 1,2,3 ou 5 dias. Para visitar as zonas 1 a 3, os valores do passe são 11,15€ (1 dia), 18,15€ (2 dias), 24,80€ (3 dias) e 35,70€ (5 dias). Já para as zonas 1 a 5, os valores passam a ser 23,50€ (1 dia), 35,70€ (2 dias), 50,05€ (3 dias) e 61,25€ (5 dias). Esses são os preços para adultos e crianças de 4 a 11 anos pagam meia. De qualquer jeito, como se pode ver, dependendo da frequência de uso do metrô, o Paris Visite pode se tornar bem caro.

Particularmente, fizemos as nossas continhas e acabamos adotando os carnês do metrô. Não nos arrependemos de jeito nenhum. Estamos inclusos no grupo Amamos curtir Paris ao máximo, então, aproveitamos muito passeios a pé mesmo.

Os custos com a alimentação

Além dos gastos com transportes e atrações, há os gastos com alimentação. A maioria dos restaurantes em Paris disponibiliza, nas refeições de almoço/jantar, os chamados menus, que são os combinados de entrada + prato principal ou prato principal + sobremesa ou, ainda, entrada + prato principal + sobremesa e são vendidos mais baratos que as refeições normais nesses locais. Uma combinação de entrada + prato principal ou prato principal + sobremesa num restaurante bom sai, em média, 15€ a 20€.

Primeiro café da manhã, em Montmartre

Primeiro café da manhã, em Montmartre

Os parisienses tem o hábito de sentar nos parques e fazer piqueniques na hora do almoço. Normalmente, esse almoço envolve algum sanduíche e um vinho. Você consegue um sanduíche tipo o de 30 cm do Subway por algo em torno de 5€ a 10€. Então, com isso, além de ter a experiência de liberté, você ainda economiza um pouco.

Já para o café da manhã, os gastos são menores, já que é possível encontrar croissants em qualquer padaria por 0,50€ a 2€, dependendo do recheio. Se achar um Starbucks numa fachada retrô por lá, não perca a oportunidade. O café da manhã sairá por algo em torno de 10€ (bebida e comida) e vale muito a pena.

Para se hidratar durante os passeios, aconselho dar uma passada nos mercados. Lá você consegue uma garrafa de 1,5 litros de água por 0,20€ (sim, isso mesmo!).

Nosso jantar de despedida de Paris, com direito a três vinhos diferentes!

Nosso jantar de despedida de Paris, com direito a três vinhos diferentes!

Conclusão: quanto levar para Paris?

Assim, considerando as atrações, alimentação e transporte, além de guardar uma margem para gastos eventuais, sugiro reservar a quantia mínima de 70€/dia para cada pessoa. Acrescento que vale guardar mais dinheiro (tipo uns 100€) para um bom jantar no último dia… você não vai se arrepender!

Alguém aí já foi para Paris? Acha que gasta mais ou menos que isso?

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

2 comentários

  • dayanalole
    Postado em 01/06/2016 em 9:59 Responder

    Thanks, my friend! 🙂

  • Lucas Lira
    Postado em 09/01/2017 em 9:21 Responder

    Muito boa a estrutura do post! Bastante útil e prático!

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.