Foz do Iguaçu

Parque das Aves: as perguntas que você queria fazer respondidas

Parque das Aves - Capa

Parque das Aves: as perguntas que você queria fazer respondidas

O Parque das Aves é uma das paradas obrigatórias para quem vai a Foz do Iguaçu. São mais de 1.020 aves de 150 espécies diferentes de várias partes do Brasil e do mundo, algumas até ameaçadas de extinção, convivendo por ali em viveiros enormes, com muitas plantas e flores para ficar bem do jeito do ambiente natural delas.

O negócio é que na hora de escolher fazer o passeio e planejar, sempre batem aquelas dúvidas, né? E a gente tá aqui para te ajudar nisso. 🙂

Parque das Aves - Passarinhos

Olha o passarinho!

Perguntas e Respostas na visita ao Parque das Aves

Sobre o Parque das Aves

Os animais são bem tratados?

Sim, e muito! Aliás, esse foi um dos motivos que fizeram com que a pessoa aqui se permitisse a visita. Não concordo muito com a ideia de zoológicos ou qualquer tipo de entretenimento que envolva o sofrimento de outros alguéns. Já deixei de ir a Luján (na Argentina) para tirar aquelas fotos clássicas com bichinhos dopados e sinto meu estômago se contorcer de pensar em tantos outros lugares onde os animais estejam sofrendo. Isso piorou depois que adotei meu filhote, o Prince (é, para quem não sabe eu tenho um yorkiezinho de 1 ano e 7 meses e chamo de filho, sim.).

Parque das Aves - Tucano

“Bora colega, tira logo essa foto!” – Tucano no viveiro

O Parque das Aves é bem diferente. Para começo de conversa, algumas das aves que estão lá não tinham condições de continuar na natureza e outras, ainda, são fruto da interceptação do tráfico de animais. Inclusive, tem uma área onde ficam as araras recuperadas dessas situações de maus tratos. Você fica pensando: como as pessoas conseguem fazer isso?

Além disso, os viveiros são enormes e é você quem entra em vários deles (não todos).  Todas as bichinhas ficam lá soltinhas “da silva”. Com bastante espaço para voar e se empoleirar onde quiserem, como deve ser. Para quem ama uma boa recordação, as aves felizes e o ambiente bacana geram ótimas fotos, isso “eu agaranto”!

A visita ao Parque das Aves é um jeito bem bacana de conscientização sobre a preservação à natureza. Para você ter uma noção, logo na entrada do Parque é contada a lenda nórdica da “Árvore da vida”, que fala sobre a raça humana tentando dominar a natureza e as instabilidades que isso causa. Na lenda, um rei tenta conquistar a natureza com um cedro feito da madeira da tal árvore. Em resposta, os rios e animais se revoltam contra ele. Para pensar, né não?

Parque das Aves - Árvore da Vida

A Árvore da Vida

Tem risco entrar nos viveiros?

Não, fica tranquilo. As aves estão totalmente habituadas aos visitantes. Mas, nada de tocar nelas, afinal, a isso elas não estão tão acostumadas e podem ficar estressadas. Além de ser um risco (ridículo, em alguns casos) para você e uma total proibição do Parque. Respeite as regras como gostaria que alguém respeitasse as da sua casa.

Fora isso, o único risco é alguma fazer as necessidades na cabeça de alguém, mas nada para machucar. 😛

Parque das Aves - Araras

Enquanto isso, no viveiro das araras…

Pode dar comida para as aves?

Não mesmo! Gente, se não pode tocar, acha que vão deixar fazer isso? E não é uma simples proibição. As aves tem uma alimentação específica e, dependendo do que a gente der, podemos causar algum mal estar ou até matá-las.

Parque das Aves - Flamingos

Repararam ali atrás é um espelho, para os flamingos acharem que são mais numerosos e ficarem mais a vontade?

O Parque das Aves só tem aves?

Não. Por lá você também vai poder entrar num borboletário onde admirar as borboletas e os beija-flores (esses são aves, eu sei, mas tão aqui). Com sorte, alguma borboletinha pousa no seu dedo e até dá para ver outras ainda na fase da metamorfose.

Parque das Aves - Borboleta

Olha o tamanho dessa borboleta!

Outra atração legal e que não tem nada a ver com aves, é a visita aos répteis. Mas, não vai dar, claro, para entrar no ambiente deles. Agora, se você quer uma experiência mais próxima, até é possível. O Parque também tem uma área de cobras mansas, onde você nem precisa ser tão corajoso para chegar perto. Dá até pegar uma jibóia (com acompanhamento de um profissional, né?) e tirar uma foto! Claro que isso vai depender do humor e da saúde da bichinha no dia.

Parque das Aves - Répteis

Ah, ele é bonitinho, vai?

Além disso tudo, o parque tem jardins e flores incríveis que vale a pena parar e ficar admirando.

Como faz para tirar aquela foto clássica com as araras?

Não entre no viveiro das araras pensando que vai ser O local. Aproveite o viveiro para admirar as bichinhas e tirar boas fotos, a distâncias seguras.

Se você quer aquela foto típica com a arara empoleirada no seu braço, espere até o final do passeio. Lá fica um funcionário do Parque segurando a arara mansa. Vai ser fácil de identificar porque tem uma filinha básica para enfrentar. Não tem fotógrafo, o que considero uma maravilha. Você tira sua foto com o equipamento que trouxe e pronto. Recordação sem pagar nada. 🙂

Parque das Aves - Arara

Aquela foto clássica com a ararinha (essa é a mansa)

Quanto tempo reservar para o passeio no Parque das Aves?

Para andar pelo parque todo, com calma, 2 horas são um bom tempo de passeio. Se for com crianças, imagine que vai gastar 1 hora a mais.

Esse passeio é mais para crianças?

Não, definitivamente não. O passeio é maravilhoso para crianças e adultos também. O parque é cheio de informações sobre os animais que estão lá, além de ser uma experiência única a entrada nos viveiros. Qualquer adulto se distrai muito fácil por lá.

Facilidades

O Parque das Aves tem estacionamento?

Tem um estacionamento ao lado do Parque das Aves, onde você pode parar com tranquilidade. O preço provavelmente vai ser mais amigo que o das Cataratas, que hoje está custando R$ 21.

É tranquilo chegar de ônibus?

Sim, a linha 120 (veja horários aqui) que faz o trajeto entre o Parque Nacional e o Centro passa por lá. Desça na BR 469, bem em frente ao Parque das Aves. A tarifa do ônibus, atualmente, está em R$ 3,20.

Como é a acessibilidade das trilhas do Parque das Aves?

O Parque das Aves tem rampas de acesso especialmente pensadas para os cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção. Este não vai ser um problema!

O Parque das Aves tem algum local para comer alguma coisa?

Sim, o parque conta com um barzinho no meio do caminho e restaurante que fica mais para o final da visita. Deste último, você tem uma vista maravilhosa do laguinho dos Flamingos.

Parque das Aves - Restaurante

O restaurante (foto: divulgação/Parque das Aves)

O Parque das Aves tem alguma loja de lembrancinhas?

Tem, sim! E você já viu um parque desses sem uma lojinha de souvenirs com pelucinhas para deixar a criançada naquela vontade de levar tudo para casa? A loja fica bem pertinho do restaurante no final da visita.

Se tiver com crianças e não quiser gastar, já sabe o que te aguarda no fim da visita e dá para desviar. Se puder gastar, lembre que boa parte do dinheiro arrecadado em qualquer atração do parque é revertido para a manutenção dele e proteção do meio ambiente. 😛

O Parque das Aves tem wi-fi? Precisa pagar?

Sim, tem wi-fi e, ainda por cima, gratuito. Assim, você pode fazer seus snaps ou publicações no Insta (marca a gente que quero ver suas fotos! @lolepocket) sem ter que gastar o 3G da operadora.

As Cataratas do Iguaçu são longe?

Não mesmo! Ele fica bem do outro lado da Avenida das Cataratas, só atravessar. Nem precisa tirar o carro do estacionamento para a visita.

Aliás, o ideal é fazer o passeio do Parque das Aves logo cedinho e partir para as Cataratas. Faça nessa ordem, por duas razões. Primeira, o Parque das Aves é menor e vai te deixar com mais tempo para curtir as Cataratas. Segundo, você pode se molhar na visita às Cataratas (ainda mais se fizer o Macuco Safari) e, depois disso, o que mais vai querer é ir para o hotel se aquecer de novo.

|O passeio que não dá para perder nas Cataratas do Iguaçu|

Mais perguntas sobre o Parque das Aves?

Estamos às ordens para responder as dúvidas. Só deixar aqui nos comentários que vou me esforçar para responder. 🙂

Informações Práticas

 Endereço  Av. das Cataratas, KM 17.1 (em frente ao Parque Nacional do Iguaçu)
 Contato  +55 45 3529 8282
Funcionamento Todos os dias, 8h30 às 17h
 Custo  R$ 36, para estrangeiros e brasileiros.

Tarifas Reduzidas:

R$ 6, para moradores de Foz do Iguaçu*

R$ 18, para brasileiros estudantes** ou maiores de 60 anos*.

* mediante comprovação.

** maiores de 16 anos devem apresentar comprovação.

 Site  www.parquedasaves.com.br
dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

3 comentários

  • Carlos Roberto e Gleidys
    Postado em 30/08/2016 em 11:52 Responder

    Compartilhamos de sua alegria. O Parque das Aves é mesmo inesquecível. O cuidado com os animais também nos impressionou. O turismo envolvendo animais é complicado. Estivemos lá em janeiro deste ano também. Lindo seu relato. Belas fotos.

  • Taís
    Postado em 08/09/2016 em 7:02 Responder

    Bateu até uma nostalgia ver esse post! Estive no Parque das Aves em 2009 … sua foto com a arara ficou linda, eu fiquei com uma cara horrorenda porque a arara ficou no meu ombro e dava pra sentir a unha dela… fiquei com medo dela dar uma bicada na minha cabeça hahahha foi engraçado, fiquei bem feliz de tar pertinho assim desses bichos, apesar de não gostar também desse tipo de atração com animais, esse zoo da Argentina eu fico inconformada, como que pode um lugar desse ainda existir? 🙁

    Beijo, ótimo post!

    • dayanalole
      Postado em 09/09/2016 em 12:23 Responder

      hahaha, obrigada!!!
      E, com certeza, Taís. Acho que na hora de ver o que visitar, a gente tem que pensar no que estamos financiando.
      Assim, contribuímos para um mundo melhor. 🙂

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.