Paris

Paris e suas praças: Place de la Concorde

Place de la Concorde (vista a partir da Igreja de La Madeleine)

Paris e suas praças: Place de la Concorde

Uma das coisas bacanas de viajar é curtir o lugar, sentir a cultura, respirar novos ares, trocar a roupa da alma, né mesmo? Um dos programas bons e gratuitos que você pode fazer em Paris é justamente prestigiar as suas belíssimas praças, que além de terem sido palcos de eventos importantes, até hoje guardam, cada uma, sua beleza particular que é difícil de esquecer.

Por conta disso, achei que seria legal fazer uma série de posts sobre essas lindezas, vamos à primeira delas? Place de la Concorde!

Place de la Concorde (vista a partir da Igreja de La Madeleine)

Place de la Concorde (vista a partir da Igreja de La Madeleine)

Sobre o passeio

Que tal desgastar um jantar cruzando toda a Avenida Champs-Elysées, em direção à Praça da Concórdia? Acho uma excelente ideia! A caminhada pode ser um pouco mais longa, mas recompensadora. Além disso, à noite, é possível dar uma voltinha pelas lojas ainda abertas da Avenida, que fecham bem tarde (aliás, para quem gosta de maquiagem, a Séphora de lá foi uma das maiores que vi).

Ao final da caminhada, você estará se encontrando com a segunda maior praça da França e a maior de Paris, famosa por conta de seu grandioso obelisco. Aqui não aconteceram taaantos eventos importantes (#sqn), só coisas como a execução da família real na guilhotina e reuniões durante a Revolução Francesa…

Place de la Concorde à noite (e a pessoa pálida aqui...)

Place de la Concorde à noite (e a pessoa pálida aqui…)

Nós visitamos a praça tanto durante o dia como à noite. Particularmente, preferi sua visão à noite, porque parece que a Fontaine des Fleuves da praça cintila ainda mais com a iluminação do ambiente. Ficou tudo ainda mais envolvente e apaixonante!!! Vai dizer que não é o desfecho ideal para o dia? Depois, logo no outro lado da rua é possível pegar um metrô e partir em direção ao seu descanso no hotel.

Fontaine des Fleuves: como não amar?

Fontaine des Fleuves: como não amar?

Só não faça que nem a gente e esqueça do horário do metrô (00:00 pára tudo!). No nosso caso, esquecemos da hora e, quando nos demos conta, eram 23:45! Sorte que tinham uns guardas do outro lado da rua, saí pedindo orientações no meu pobre francês com aquela cara de pânico, já… eles foram super simpáticos e riram da minha situação, dizendo que o metrô era logo ali! Nem tinha reparado na entrada que estava bem atrás de mim! Tá, podem me chamar de “apagada”…

Foto extraída do Street View do Google: olha como é perto a estação! Como não vi?!?

Foto extraída do Street View do Google: olha como a estação é perto! Como não vi já estando desse lado da rua?!?

Dicas

– Se for durante o dia, aproveite para combinar o passeio com um piquenique no Jardin des Tuileries, que é bem do lado da Place de la Concorde. Se não quiser se preparar para um piquenique, tem uma barraca que fica bem na praça que vende pipoca, crepe e um cachorro-quente à francesa com bastante queijo e batata frita que é uma delícia! O preço gira em torno dos € 6,50, não é dos mais baratos, mas considerando que é bem grande e vale por um almoço, é uma boa relação custo-benefício.

Cachorro-quente à francesa: como quase todos os pratos, french fries!

Cachorro-quente à francesa: como quase todos os pratos, french fries!

– Outra opção de passeio para combinar com a Place de la Concorde é a caminhada pela Champs-Elysées até o seu outro extremo, no Arco do Triunfo (falamos dele aqui). Ou, se não curte caminhar, combine com a Igreja de La Madeleine, que fica a 500 metros, ou seja, 7-10 minutos andando, apenas!

Dos meus tempos de aparelho (que tristeza!): Place de la Concorde com a Madeleine ao fundo

Dos meus tempos de aparelho (que tristeza!): Place de la Concorde com a Madeleine ao fundo

– À noite, só atente para o horário: o metrô encerra suas atividades às 00:00. Não faça que nem a gente, pelamor de Dios!

– No inverno, tem a roda gigante montada lá que te permite uma vista mega bacana da Champs-Elysées! Para quem decide passar o Natal em Paris, esse é um passeio que não pode faltar.

Funcionamento: Horário livre.

Como chegar: Como quase todas as vezes em Paris, a melhor opção é o metrô. A boa é descer na estação Charles de Gaulle-Étoille e caminhar pela  Champs-Elysées inteirinha. Isso daria uns 30 minutos de caminhada, mais ou menos (2,2 km de distância). Para quem não gosta de caminhar, desçam na estação Concorde mesmo.

Como se vestirSe for durante o verão/primavera, dá para dispensar o casaco. Já durante o outono, pede-se um casaquinho leve (um cardigã é uma boa pedida). No inverno, pode colocar tudo o que puder para se esquentar porque pode ser que você vá brincar na neve!

Em todos os casos, use sapatos confortáveis, como fazem os franceses, porque a boa é caminhar.

Custo da visita: Gratuito.

Público alvo: Casais apaixonados, avós, pais, mães e filhinhos… todo mundo, minha gente!

Tempo de visita: Recomendo gastar pelo menos uns 30 min.

Mais informações: A prefeitura de Paris sempre publica novidades em sua página.

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.