Campo Grande

O que fazer em Campo Grande | 4 programas imperdíveis da capital do MS

O que fazer em Campo Grande - 0

O que fazer em Campo Grande | 4 programas imperdíveis da capital do MS

Ruas largas e arborizadas, todas planejadas, entremeadas por uma mistura de culturas diferentes. Apesar disso tudo, Campo Grande não perde seu seu jeitinho de interior.Mas, independente das suas particularidades, a capital sul matogrossense acaba sendo ignorada pelos turistas que só usam a cidade como uma forma de entrada para Bonito, o Pantanal Sul e o Parque Nacional das Emas. E, vou te falar, quem faz isso pode estar perdendo uma boa oportunidade.

Campo Grande tem o que oferecer, sim, e vale a estadia por 1 ou 2 dias, pelo menos. Para ajudar na sua opinião (e acho que você vai concordar comigo, mas vá lá), dá uma olhada nessa lista de 4 coisas imperdíveis na cidade e vê se não anima de passar uns tempos por lá também.

|Procurando onde ficar em Campo Grande? Vê essa dica.|

O que fazer em Campo Grande? A gente vê por aqui.

Passar uma tarde no Parque das Nações Indígenas

O local não é apenas uma das áreas verdes mais extensas de Campo Grande: é considerado um dos maiores parques urbanos do mundo!

O parque é uma das atrações preferidas também de quem mora na cidade, que costuma aproveitar os fins de tarde para a corrida nas suas pistas, bater uma bolinha nas quadras poliesportivas ou apreciar o tempo passar consumindo outro símbolo da região, o tereré. Para nós, outsiders, a grande novidade são as famílias de capivaras que desfilam despreocupadas pelo parque.

O que fazer em Campo Grande - 2

Capivaras desfilando livres no Parque das Nações Indígenas

A cereja do bolo, sem dúvida nenhuma, é o seu lago central, formado junto à nascente do córrego Prosa, com direito a mais animaiszinhos para admirar. De lá, você vai ter a visão de um dos pores do sol mais lindos da cidade. Torça para um dia de céu aberto!

O parque ainda dá espaço para dois museus: o Dom Bosco (Terça a Domingo, das 8h às 16h45; R$ 5 – entrada promocional), dedicado à cultura indígena, e o de Arte Contemporânea (Terça a Sexta, das 7h30 às 17h30; Sábados, Domingos e Feriados, das 14h às 18h; Gratuito).

Para quem curte shows e eventos, ainda vale conferir a programação do parque, que dá espaço para atrações do tipo ao longo do ano.

#dicadeviajante
Se estiver viajando sozinho, evite a noite no parque. Depois das 20h, o local começa a ficar mais vazio e não tão seguro.

O que não perder por aqui:

  • O pôr do sol no Lago Principal;
  • A escultura de sete metros do Guerreiro Guaicuru.

Informações Práticas

Funcionamento: Terça a Domingo, das 6h às 21h.
Endereço: Avenida Afonso Pena.
Entrada: Gratuita.

Jantar na Feira Central de Campo Grande

Outro local obrigatório segundo os campo grandenses é a Feira Central. Por lá, é possível conhecer os pratos típicos da região a preços realmente interessantes. Além disso, vai poder adquirir especiarias locais, como a deliciosa cachaça de banana, tecnologias paraguaias (lembre da proximidade da fronteira) e lembrancinhas variadas.

O que fazer em Campo Grande - 7

A Feira Central

Entre as comidas do local, difícil vai ser deixar de experimentar o sobá, um macarrão que muito faz lembrar o yakissoba e leva carne bovina ou suína e ovos. Apesar de não ter um sabor irresistível, o prato é tão marcante por lá que ganhou até o seu próprio monumento na entrada da feira!

O que fazer em Campo Grande - 5

O sobá

Há várias sobarias espalhadas na feira para facilitar a sua vida. O destaque vai para a Sobaria da Patrícia, que se gaba de ter vencido o 1º desafio gastronômico da Feira Central.

Para quem vai com crianças, a feira conta com uma área equipada com brinquedos infláveis e uma pista de hooverboard.

#dicadeviajante
Assino embaixo da dica que o Mochilão Barato tinha me passado: apesar de abrir mais cedo, a feira só começa a ganhar vida com o cair da noite, quando todas as lojinhas ficam abertas. Por isso, prefira ir mais tarde para ter mais opções para comida e compras.

O que não perder por aqui:

  • As comidas típicas da região, especialmente, o sobá (pelo menos para saber como é, né?).

Informações Práticas

Funcionamento: Quarta a Sexta, a partir das 16h. Sábados e Domingos, a partir das 12h.
Endereço: Rua 14 de Julho, 3335.
Entrada: Gratuita.

Visitar a Casa do Artesão

Se conhecer a cultura sul matogrossense está nos seus planos, a visita à Casa do Artesão não pode escapar. Há mais de 30 anos, o local funciona especialmente para a exposição de artesanatos únicos produzidos no Mato Grosso do Sul.

O que fazer em Campo Grande - 4

Artesanatos locais

Licores de aromas variados (os da Taboa estão aqui!), argila moldada, peças criadas pelos próprios índios são coisas que com certeza você encontra por aqui. Boa parte das peças em exibição estão à venda, outras estão ali apenas para a admiração. #fuééé

O que fazer em Campo Grande - 3'

Os filtros dos sonhos

Para continuar as compras, vale aproveitar a proximidade com o Camelódromo, outro espaço organizado pela prefeitura. Nesse aí, você deve encontrar muitos produtos vindos do Paraguai mesmo!

Informações Práticas

Funcionamento: Segunda a Sábado, das 8h às 18h.
Endereço: Avenida Calógeras, 2050.
Entrada: Gratuita

Assistir a um show na Morada dos Baís

Durante o dia, o local, que é tombado como Patrimônio Histórico e Cultural de Campo Grande, cede espaço para exibição temporária de obras de arte e funcionamento do museu Lídia Baís, artista plástica que nasceu e morreu no Mato Grosso do Sul.

O que fazer em Campo Grande - 6

A Morada dos Baís

Mas, a coisa fica animada mesmo, é nas noites de quartas a sábados, quando shows e apresentações teatrais gratuitas acontecem no pátio do local. Dá para comprar petiscos por ali mesmo a bons preços e aproveitar o que estiver rolando. Vale entrar em contato ou ver no site do sesc para saber sobre a programação na época da sua visita.

Informações Práticas

Funcionamento:

Shows: Quarta a Sábado, das 20h às 22h.
Serviço de bar: Quarta a sábado, a partir das 18h30.
Cinema: Terça, às 19h.
Exposições: Terça a sábado, das 14h às 20h.

Endereço: Avenida Noroeste, 5140.
Entrada: Gratuita.

Agora me conta: qual desses passeios te agrada mais? 

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.