Puerto Iguazú

Luna Llena – Luau das Cataratas no lado Argentino – Parque Nacional Iguazú

Quando pensamos em Foz do Iguaçu, é impossível não pensar nas Cataratas do Iguaçu. Para quem não conhece, existem duas opções de visita às Cataratas, a do lado brasileiro, onde o acesso é pelo Parque Nacional do Iguaçu e a do lado argentino, onde a entrada é feita pelo Parque Nacional Iguazú. O que poucas pessoas sabem é que além da tradicional visita às Cataratas do Iguazú durante o dia, temos também a opção de visitá-las nas noites de lua cheia. Ressalto que este passeio só acontece nas Noites de Lua Cheia. Você não terá esta oportunidade quando a lua estiver em outras fases! Fique de olho no calendário para se programar!

O mistério da Lua Cheia

O mistério da Lua Cheia

Sobre o Passeio

O passeio começa com os guias do Parque Nacional do Iguazú fazendo uma breve introdução de como será o passeio para o grupo de turistas. A explanação é feita em inglês e espanhol. Logo em seguida, você será guiado até a Estação Central para embarcar no Trem Ecológico da Selva. O passeio neste Trem é sensacional, porque a única iluminação durante todo trajeto é a luz da lua.

Trem Ecológico

Trem Ecológico

O ponto final do trem é no início do Circuito da Garganta do Diabo. A partir daqui seguimos a pé sobre uma estrutura enorme de ferro construída sobre o Rio Iguazú até a maravilhosa queda, conhecida como a Garganta do Diabo.

Durante o trajeto

Durante o trajeto

Garganta do Diabo, uma energia sensacional!

Garganta do Diabo, uma energia sensacional!

Voltamos à estação final para pegarmos o trem e regressar à Estação Central. De lá seguimos para o Restaurante La Selva. Antes de entrarmos fomos recepcionados com um drink de boas vindas e depois… Genteeeee, que comida era aquela??? Buffet livre de churrasco argentino, saladas, massas e todas as sobremesas “engordiets” do mundo! Ah, tinha um tiozinho tocando harpa também! Achei bem diferente.

Dicas

– Chegue mais cedo para tirar fotos e tome um chocolate quente com alfajor Havanna;

Chocolate quente e alfajor Havanna

Chocolate quente e alfajor Havanna

– Para a mulherada que adora comprar, algumas lojinhas do Parque abrem à noite;

Bijuuuuuus! I love It!

Bijuuuuuus! I love It!

– Para quem não quer se molhar, leve capa de chuva;

– Eu não sei durante as outras épocas do ano, mas nós fomos em Julho de 2015 e estava frio pra caramba! Para quem pretende ir neste mesmo período, lembre-se da mamãe e leve o seu casaco com o maior “poder de aquecimento” que tiver!

– Quando nós fomos, havia um senhor e um rapaz fotografando de um ângulo privilegiado das Cataratas. Eles tiraram 7 fotos para nós e nos cobraram R$50,00 para levarmos o cartão de memória. As fotos ficaram lindas! Achei que valeu a pena;

– Quando for fotografar no Circuito da Garganta do Diabo, não use o flash da câmera, senão você não conseguirá ver a imagem do lugar na sua foto.

Funcionamento: São três turnos: às 19:45, 20:30 e 21:15. No primeiro turno o jantar opcional só pode ser feito depois do passeio; no segundo, o jantar opcional é antes ou depois do passeio e no terceiro, apenas antes do passeio. Nós optamos pela primeira opção, pois chegamos cedo e não estávamos mais conseguindo conter a nossa ansiedade e curiosidade!

Como chegar: Existem quatro opções: ônibus, táxi, transporte de agências de viagens e carro. Para as três primeiras opções, você terá de ir para Puerto Iguazú. Os ônibus saem do “Hito Tres Fronteras”, verifique os horários de partida e chegada.

Partindo de carro da Aduana de Foz do Iguaçu, é só pegar a RN12 até RN101 em Iguazú, Argentina (13,9 km) e, depois, seguir a RN101 até acesso a Cataratas (6,2 km). O tempo estimado para esse trajeto é de 25 minutos.

Para atravessar a Aduana Argentina de carro, você vai precisar de:

– Identidade Civil ou Passaporte;

– Para o motorista, a CNH brasileira;

– Documento do automóvel; e

– Carta Verde (os valores cobrados nos planos são de acordo com o número de dias e podem variar de R$48,00 à R$ 378,00).

Custo da visita:

– Passeio: adultos pagam $500, crianças entre 6 e 12 anos, $250 e menores de 6 anos não pagam.

– Jantar: adultos pagam $200, crianças entre 6 e 12 anos, $100 e menores de 6 anos não pagam. Essa é para quem quiser degustar um buffet maravilhoso no restaurante La Selva, que super indico!

Os preços estão representados em pesos argentinos e incluem impostos, ingresso noturno ao Parque Nacional Iguazú, guia profissional bilíngue para o grupo, transporte no Trem Ecológico da Selva e coquetel de boas-vindas!

Dá para pagar com Visa, Mastercard, American Express, cartões de débito, DineroMail, Pago Fácil, Rapipago e Transferência Bancária. Não falta opção!

Preços atualizados em 14/10/2015

Tempo de visita: 1h30, para o passeio sem o jantar.

Mais informações:

reservas@iguazuargentina.com

Tel: +54 3757 491469/491470

http://www.iguazuargentina.com/pt/luna-llena/

Autor convidado Author

O Lolepocket abre espaço para outros autores que queiram contar suas experiências de viagem. Compartilhe as suas histórias com a gente! :)

9 comentários

  • Gilson
    Postado em 16/10/2015 em 7:27 Responder

    Muito Legal o post!!!, não conhecia esse passeio, quando for a Foz do iguazú no período de lua cheia certamente farei este passeio!!

  • Pamela Santos
    Postado em 16/10/2015 em 11:07 Responder

    Nooossa. Fiquei com mta vontade de ir. Achei massa vc colocar os custos e formas de pagamento (típico de engenheiro rsrs). Me senti lá… Eu não mudaria nada! Vc escreve bem, Flor! Continua assim q tá ótimo!

  • Joyce
    Postado em 17/10/2015 em 12:27 Responder

    Ficou sensacional nat!!!! 💚 Perfeito. .. adorei tuas dicas!!! Quando for a foz de novo farei esse passeio! E o carinha tocando harpaa.. coisa mais linda!
    Parabéns e obrigada pela informação! !!!!
    Bjinho

  • fernandademetrio22
    Postado em 17/10/2015 em 1:20 Responder

    É um passeio para toda a família ou mais romântico?

    • dayanalole
      Postado em 17/10/2015 em 12:47 Responder

      Oieeee, Fernanda!!!
      O passeio é para toda família, com certeza. A criançada vai amar o trenzinho e se surpreender com as quedas d’água. Não tem risco e é divertimento garantido para a família!
      Além disso, não demanda muito esforço, já que a caminhada é bem plana. Então, até idosos também podem participar. Só atenção à distância de caminhada, que totaliza 2,2 km (ida e volta). Ou seja, só na ida, leva uns 20 minutos de caminhada num ritmo leve.

      Qualquer dúvida, fica a vontade para perguntar. 🙂

      Beijinhos!

  • Nara Gonçalves
    Postado em 17/10/2015 em 1:56 Responder

    Adorei a dica, não conhecia esse passeio. Mas fiquei com algumas dúvidas, você mencionou que o passeio tem uma hora e meia de duração e parte dele é feito a pé. Essa caminhada é tranquíla? Tem escada? Parte ingreme? Dá para ir de salto?rsrs O trem faz paradas para tirar fotos? Esse restaurante La Selva também fica dentro do Parque?
    Acho que são essas dúvidas.rsrs
    Adorei a parte do como chegar, mas e o como ir embora? O transporte também é tranquilo?
    As fotos estão lindas.
    A foto tirada durante o trajeto, foi retirada do trem ou na caminhada?
    Bjos

    • dayanalole
      Postado em 17/10/2015 em 12:42 Responder

      Oie, Naraaaa!!!
      A caminhada é bem tranquila, plana, sem escadas, só que é feita, como a Nathi falou, numa estrutura de ferro. Por conta disso, não aconselhamos o uso de saltos finos, pois podem ficar presos na estrutura da ponte. Nem salto anabela indicaríamos, pois a caminha de ida e volta totaliza 2,2 km. Além disso, você pode molhar seus pés quando chega na Garganta do Diabo, por conta da proximidade das quedas d’água. Indicaria a boa e velha bota de cano alto, que fica charmosa e te deixa confortável.
      O trem não faz paradas no meio do caminho para tirar fotos, mas é possível tirar algumas na estação de saída e de chegada. Mas ele vai a uma velocidade bem lentinha, dá para tirar fotos bacanas com ele mesmo em movimento.
      O restaurante fica dentro do Parque e funciona durante o dia também, caso esteja de passagem pelo parque no período diurno. Mas aí, fica sem lua cheia, obviamente (rs).
      Espero que tenhamos ajudado nas dúvidas! Se tiver mais, pode perguntar que estaremos felizes em responder. 🙂

      Beijinhos!!!

  • Serena
    Postado em 17/10/2015 em 2:46 Responder

    Naty, mais uma vez você arrasou! Morei 5 anos em Foz e não conheci o que você conheceu! Que riqueza de informações! Indo pra lá de novo, nem falarei com minhas amigas que moram lá, já vou logo TE perguntar o que fazer… Rs. Com relação ao alfajor, confesso: prefiro o Bom o Bom. Ou algo assim. Rs. Muito legal o post! Lindas as fotos!

  • Franciele
    Postado em 19/10/2015 em 1:59 Responder

    Muito bom… adorei as dicas e as fotos.
    Esse post arrasou!

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.