Economia em Hospedagem

Como alugar apartamento (e casa!) de temporada sem ter dor de cabeça!

Alugar apartamento de temporada - capa

Como alugar apartamento (e casa!) de temporada sem ter dor de cabeça!

Para você que, como eu, não tem dinheiro infinito no banco, no colchão ou no bolso, economizar em hospedagem é sinônimo de alegria. Um dos primeiros passos nesse sentido é a busca de alternativas aos hotéis. E, quando vai se passar mais tempo no destino, uma das melhores opções é alugar apartamento (ou casa) de temporada.

É fato comprovado que o Airbnb revolucionou a coisa toda e vai continuar na área por muito, muito tempo. Mas ele não é a única opção e, pasme, talvez nem sempre ofereça aquele apê que vai conquistar o seu coração. Digitando no Google “aluguel de temporada” ou “vacation rentals“, você vai encontrar várias alternativas tentadoras. E aí? Como escolher em qual se arriscar?

O que observar na hora de alugar apartamento de temporada online?

#1 Saiba a forma de trabalho do site

Alguns sites funcionam como intermediadores do processo inteiro de aluguel, outros apenas como classificados.

Intermediadores

Os sites estilo Airbnb funcionam como intermediadores de toda a sua relação com os proprietários, o que é ótimo para vocês terem regras bem definidas e te proteger de eventuais estresses que poderia ter. Neles, você pode realizar a busca conforme o seu interesse de local e datas, vai ter a oportunidade de ver os perfis dos seus candidatos a anfitriões, conversar com eles e verificar a avaliação segundo outros hóspedes.

Alugar apartamento de temporada - Airbnb

Interface inicial do Airbnb, um dos mais usados para alugar apartamentos de temporada

A reserva é realizada diretamente com o seu anfitrião, mas vai poder cobrar ou fazer possíveis reclamações com o site intermediador. Essa é a grande sacada!

O pagamento também é realizado diretamente com o site, que vai repassar ao proprietário retirando lá a sua comissão. E isso fica totalmente fora das vistas de quem está alugando. Assim, o negócio fica descomplicado e bem parecido com a reserva de um hotel.

Classificados

Os sites de classificados, de início, funcionam de um jeito parecido com os que a gente chamou de intermediadores. Você faz a busca de acordo com as suas datas e, na maioria dos casos, pode ver também a avaliação de outros hóspedes, custos, informações sobre localização e comodidades.

Depois disso, você é auxiliado por um corretor sobre os imóveis de interesse. Ao término da escolha, a “imobiliária” virtual pode te cobrar uma comissão paga em separado pelo atendimento (que, em alguns casos, já estava incluída nos custos informados no site), te encaminha os documentos necessários para a locação, verifica tudo e, no final, repassa o contato com o anfitrião, com quem finalmente vai conseguir conversar.

Alugar apartamento de temporada - NY Habitat

NY Habitat, uma imobiliária online que trabalha nesse esquema de classificados

No final, o pagamento é realizado diretamente ao proprietário. Além disso, pode ser cobrado um caução que posteriormente vai ser devolvido, caso não tenha nenhum dano na inspeção de saída do apartamento/casa. As taxas de limpeza geralmente são pagas por fora também.

Qual dos dois?

Nós já experimentamos as duas formas para alugar apartamento de temporada e nunca tivemos problemas. Mas, já deu para ver que os sites de classificados levam a um processo mais chatinho, né? Esse negócio de caução e só conseguir conversar com o proprietário depois de estar tudo fechado, acaba sendo um pouco estressante. O que pode compensar nesse quesito são os custos, por isso vale pesquisar.

No entanto, se você nem quer se submeter a essas volatilidades do classificado, se informe antes sobre o site onde está buscando alugar apartamento de temporada.

#2 Avalie se vale a pena para o período de interesse

Para quem pretende ficar curtos períodos, o aluguel de temporada pode não ser a melhor solução. Além de, na maioria das vezes, não ter a disponibilidade de uma recepção 24 horas, os custos podem não compensar o esforço de abrir mão das comodidades como o café da manhã de um hotel.

Alugar Apartamento de temporada - período de interesse

Veja se vale a pena trocar a estadia do hotel pelo aluguel durante o seu período de interesse

O aluguel se torna mais interessante para estadias mais longas, quando taxas de desconto são aplicadas. Por isso, compare os preços com os hotéis, especialmente se for ficar por menos de 1 semana no destino.

|Veja outras dicas para economizar em hospedagem.|

#3 Não veja apenas fotos, leia as reviews

Mais fiéis que as fotos são as reviews. Até porque muitas das fotos são feitas e tratadas por profissionais, para tornar a coisa mais chamativa e interessante. Por isso, abuse da avaliação de outros hóspedes. E, nesse quesito, quanto mais, melhor. Leia, pelo menos, uma dúzia delas.  Desconfie dos comentários e observações constantes, porque eles geralmente são verdade.

Alugar apartamento de temporada - fotos

Não se guie só pelas fotos bonitas

#4 Use o Google Maps

Copie o endereço do seu local de interesse no Google Maps e use a Street View. Veja se a fachada corresponde com as fotos, observe a vizinhança e verifique a proximidade com os seus locais de seu interesse. Se pergunte: eu me sentiria seguro aqui? O acesso ao transporte fica a uma distância que estou acostumado/disposto a caminhar? Assim, você vai formando a sua opinião mais livre de tendências.

#5 Observe as facilidades

Procure saber tudo sobre o local do seu interesse. Alguns itens importantes de se atentar:

  • Saiba se serão fornecidas amenidades como shampoo, condicionador e sabonete e até roupas de cama e travesseiros.
  • Para apartamentos que estejam num andar superior ao térreo, veja se tem elevador.
  • Caso pretenda cozinhar, verifique se há utensílios de cozinha (panelas, pratos e talheres, no mínimo).
  • Se você é do tipo que sente frio facilmente ou o destino seja de baixas temperaturas, se certifique sobre a existência de aquecedores e cobertores.

Mesmo que para você pareçam questões óbvias, se não está escrito ou se te deixa em dúvida, não presuma: pergunte.

#6 Fique atento às taxas

Como disse antes, especialmente em sites que funcionam como classificados, algumas taxas podem ser cobradas por fora e encarecer a sua hospedagem. As mais comuns são as de limpeza e geralmente estão descritas nos anúncios. Caso não tenha nenhum comentário sobre, questione, para não ser surpreendido com uma despesa que não estava contando.

Alugar apartamento de temporada - taxas

Antes de fechar o negócio, saiba sobre todas as taxas

#7 Se informe sobre as condições de cancelamento

Nada está definido até você chegar de fato no seu destino. Por isso, procure saber sobre as taxas que são reembolsáveis antes de fechar qualquer negócio. Alguns sites oferecem reembolso total, outros apenas de uma parte do valor de acordo com a antecedência do cancelamento e, ainda tem os casos onde dá para cancelar pagando uma multa básica.

Enfim, quanto mais flexível for a política de cancelamento, melhor. Para isso: leia as letras miúdas dos anúncios.

#8 Converse com o proprietário antes e durante a estadia

A conversa com o proprietário é outra coisa mais do que necessária quando vai alugar um apartamento de temporada. O contato antes mesmo de contratar te permite ver se vai se dar bem com ele, se é flexível, se está acostumado a receber hóspedes com frequência, se responde rápido às solicitações, além de detalhes sobre o apartamento/casa que está interessado.

Em alguns casos, nesse contato antes de fechar o negócio, dá até para tentar dar aquela negociada em termos de valor, ainda mais se for período de baixo movimento. Mas nunca, jamais aceite fechar o negócio fora da plataforma do site intermediador, porque assim, você perde a oportunidade de reclamação com uma terceira pessoa caso as coisas não sejam como imaginava.

Alugar apartamento de temporada - converse com o proprietário

Conversar com o proprietário, de preferência por escrito, é uma ótima pedida

Falando nisso, durante a estadia, manter o contato com o proprietário é sempre bacana. Especialmente se acontecer ou observar algo fora do esperado. Antes de fazer uma reclamação formal com o intermediador, procure conversar com o seu anfitrião e explique a situação a ele. Vocês podem conseguir se entender e encontrar soluções mais rápido que pela mediação de um terceiro.

Seja antes ou durante a hospedagem, dê preferência à comunicação por escrito (e-mail, Whatsapp, etc), para que você tenha algum respaldo, se for necessário.

#9 Tenha sempre em mãos o contato da Central de Atendimento

Caso algo não dê certo na chegada ao apê ou casa alugados, não entre em desespero. Antes de tomar qualquer atitude, entre em contato com a Central de Atendimento do site que usou para realizar a locação. Para isso, tenha o número sempre a mão, junto com as informações do aluguel. Eles vão te indicar que procedimento seguir e até te realocar de imóvel.

Você já usou ou usaria algum serviço para alugar apartamento de temporada?

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.