Santiago

Câmbio no Chile: Que moeda levar?

Cambio - capa

Câmbio no Chile: Que moeda levar?

Quando a gente vai para outro país sempre bate essa dúvida: que moeda eu levo? No caso de quem vai para o Chile, a pergunta não seria diferente. A questão são as opções: pesos chilenos, reais ou dólares. Nem vou considerar euros, porque, pasmem, algumas vezes, eles ficam mais desvalorizado que os dólares por lá.

Moeda - cambio

Dúvida cruel: que moeda levar?

Porque não levar pesos chilenos

Já vou começar descartando a opção de levar pesos chilenos trocados em casas de câmbio brasileiras. O motivo é simples: dificilmente vai valer a pena. Isso porque, graças a lei da oferta e da procura, a moeda chilena vai estar mais valorizada em relação ao real, já que a quantidade dela nas terras brazucas é menor.

Hoje, por exemplo, você consegue valores como 150 CLP para cada real numa casa de câmbio brasileira. Se optar por fazer essa troca no Chile, consegue fazer a troca de 180 CLP para cada real (fonte: Casa de Câmbio Brollano). Ou seja, você perde 20% de dindin comprando no Brasil. Até no aeroporto de Santiago, que tem uma das piores cotações que vai ver no Chile, você consegue uma cotação melhor que a brasileira. Por isso: não compre pesos chilenos no Brasil.

Reais ou dólares?

Para essa pergunta a resposta vai ser: depende. Com as flutuações cambiais, uma boa é fazer as contas para ver o que vai te beneficiar mais.

Tá, e qual é a conta? Bom, a primeira coisa que você vai precisar saber é: quanto está o câmbio dos pesos chilenos em relação a dólares e reais no Chile. Para isso, você precisa usar alguma casa de câmbio chilena como referência. Basta dar uma “googleada”, que você deve encontrar alguma fácil. Vou usar o câmbio da Brollano da rua Augustinas de Santiago. Lá, a cotação de compra tá a seguinte:

1 BRL = 180 CLP

1 USD = 685 CLP

A segunda coisa para a nossa continha é: quanto vai te custar cada dólar no Brasil. No meu banco, onde geralmente faço a troca real-dólar, cada dólar tá saindo por R$ 3,59, já com os 1,1% de IOF.

Agora chegou a hora de fixar um valor em dólares para trocar por pesos chilenos, usando a cotação de compra que pesquisamos. Vamos supor que trocaremos 100 USD.

Valor em USD x Cotação CLP = Valor em CLP

100 USD x 685 = 68.500 CLP

Mas quanto vão me custar esses dólares no Brasil? Aí, utilizamos o valor de compra que pesquisamos no Banco ou Casa de Câmbio onde costumamos fazer a troca.

Valor em USD x Cotação BRL = Custo em BRL

100 USD x 3,59 = 359 BRL

Ou seja, para conseguir a troca em dólares em Santiago de 68.500 CLP, vou gastar 359 BRL.

Vamos ver se vale a pena fazer logo a troca direta de reais para pesos numa casa de câmbio chilena. Pegamos esse custo em reais e convertemos diretamente para pesos.

Custo em BRL x Cotação CLP = Valor em CLP

359 BRL x 180 = 64.620 CLP

Daí, concluímos que fazer a conversão direta não vale a pena. Já que os mesmos 359 BRL que usaríamos para comprar as doletas são convertidos em 64.620 CLP e acabamos “perdendo” 3.880 CLP (68.500 CLP menos os 64.620 CLP).

Então, se fosse hoje, a melhor opção seria a compra dos dólares e fazer o câmbio no Chile. Mas, como falei antes, é sempre bom fazer essas continhas para ajustar à realidade da sua viagem. Vai que o real dá uma valorizada? Com tanta flutuação cambial, nunca se sabe…

No caso de trocar dólares, olha a dica!

As melhores cotações que a gente verificou para a troca de dólares no Chile foram no Banco Estado. Quando as casas de câmbio faziam o dólar a 675 CLP, o Banco Estado estava fazendo 687 CLP. O banco realiza o câmbio mesmo para não correntistas sem cobrar qualquer taxa. A única restrição para a troca é que eles só fazem câmbio de valores a partir de 100 USD.

Você muito provavelmente vai esbarrar em algum nas suas andanças por lá. Em Santiago, se sair do aeroporto de ônibus, tem um bem perto do Terminal de Ônibus Alameda (Avenida Libertador Bernardo O`Higgins, 3890).

#dicadeviajante

Fique atento ao horário de funcionamento do Banco Estado. Ele opera apenas de segunda a sexta, das 9h às 14h.

Banco Estado - Pucón

Banco Estado de Pucón

Único caso em que você deve levar dólares

Tem uma lei tributária no Chile em que os cidadãos chilenos ou turistas que permanecerem mais que 59 dias no país devem pagar um IVA de 19% sobre o valor da hospedagem. Para ter a isenção desse imposto, você precisa:

1. Efetuar o pagamento do seu hotel em dólares americanos ou com cartão internacional.

2. Apresentar o cartão de imigração que você recebeu na entrada do país junto com sua identificação.

3. Estar há menos de 59 dias no Chile. (Duh!)

Normalmente, os hotéis dão preferência ao pagamento em dinheiro vivo. Então, leve dólares para pagar a hospedagem!

Para quem vai ao Chile a negócios, essa regra de isenção não vai se aplicar, infelizmente. #touristonly

E aí? Vocês tem mais alguma dica para dar para quem vai fazer câmbio?

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

2 comentários

  • Marlon
    Postado em 06/06/2016 em 11:13 Responder

    Muito valiosa a dica. O cambio no Banco Estado realmente faz a diferença.

    • dayanalole
      Postado em 07/06/2016 em 8:40 Responder

      E faz mesmo! 😉

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.