Uruguai

5 programas imperdíveis em Montevidéu

Montevidéu

5 programas imperdíveis em Montevidéu

Montevidéu é a única metrópole do Uruguai, mas mesmo assim mistura um lado cosmopolita com um clima provinciano, com pessoas que parecem não andar com pressa e um trânsito tranquilo de deixar São Paulo com inveja. E… o mais bacana: um destino com preços razoáveis para a atual situação brasileira e que fica a pouco mais de 3 horas de algumas das principais capitais brasileiras. Se nada disso te convenceu, aqui estão top 5 programas que vão fazer essa tarefa.

#1 Caminhar pela Rambla e assistir ao nascer/pôr-do-sol

Pensou em Montevidéu, pensou Rambla. Por conta disso, é bom que uma tarde de caminhada por ela esteja dentro dos seus planos. A parte mais interessante está no trecho da rambla Gandhi à República del Peru, entre os bairros de Punta Carretas e Pocitos. Nesta área você deve encontrar o Faro Punta Carretas, que dá uma vista bem bacana da costa; um monumento ao poeta Zorrila, prestigiado no Uruguai; o Castillo Pittamiglio, um castelo (sim, isso mesmo!) que constrasta com as fachadas dos prédios modernos da região e foi onde morou um arquiteto excêntrico, mas hoje funciona como centro comercial e cultural; a popular Playa de Pocitos, que fica bem lotada nos finais de semana ensolarados; e culmina no simpático letreiro de Montevidéu, que rende fotos bem bacanas com a orla ao fundo.

Playa de Pocitos numa caminhada pela manhã, Montevidéu

Playa de Pocitos numa caminhada pela manhã

A Rambla totaliza 22km de calçadão de orla banhada pelo Rio da Prata. Lá você vai ver gente pescando, gente curtindo o sol na areia, gente trazendo a cadeira de praia para admirar o sol. Falando em admirar o sol, é comum ver as pessoas parando seus carros, carregando suas cadeiras e seu mate para apreciar os belos fins de tarde à beira do rio.

Nascer do sol sobre o Rio da Prata, Montevidéu

Nascer do sol sobre o Rio da Prata

#dicadeviajante

Se você é do tipo que gosta de apreciar a viagem como um morador local, reserve um fim de tarde para assistir ao pôr-do-sol na Rambla. Depois disso, curta um lanche no Café Oro del Rhin de Pocitos, que também funciona como uma charmosa livraria e de onde é possível continuar admirando o crepúsculo com uma boa taça de milkshake.

Milkshake no Oro de Rhin, Montevidéu

Milkshake no Oro del Rhin

Oro del Rhin

Endereço: Boulevard España esquina com a Rambla República del Peru.

Telefone: +598 2711 94 97.

Funcionamento: Todos os dias, de 12h às 21h.

 #2 Comer uma parrillada no Mercado del Puerto

Amantes de churrasco, planejem seu roteiro de um jeito que dê para almoçar uma boa parrillada no Mercado del Puerto, o antigo mercado de carnes na Ciudad Vieja de Montevidéu. Hoje em dia, a gente encontra vários restaurantes e lojinhas de souvenirs no local.

O Mercado del Puerto, Montevidéu

O Mercado del Puerto

#dicadeviajante

Aqui você vai encontrar preços bem bacanas para compras de lembrancinhas, chocolates e doce de leite. Combine seu almoço com um tempinho para as compras, não vai se arrepender!

As porções dos restaurantes são generosas, com bastante carne, linguiça, frango, chouriço e outras iguarias do Uruguai, como a mocilla, que é uma linguiça de sangue que tem uma cor bem escura, e o chichulin, que são as entranhas do boi. Para quem curte uma incursão gastronômica, é uma ótima chance de provar coisas diferentes! Os restaurantes estão acostumados a receber turistas que não curtem muito se arriscar nessas coisas então, se você está nesse grupo, não tenha receios e pergunte se tem a opção brasero, que exclui essas iguarias. Para acompanhar, experimente pedir o medio y medio, uma mistura de vinho branco e espumante bem comum do Mercado del Puerto.

No Mercado del Puerto, você vê sua parrillada sendo feita. Montevidéu

No Mercado del Puerto, você vê sua parrillada sendo feita.

#dicadeviajante

Os preços do Mercado são para turista mesmo! Então espere encontrar uma taça de medio y medio na faixa dos $U 80-90 e parrilladas para duas pessoas na faixa dos U$ 800-1.000, por exemplo. A boa notícia é que dá para dividir a tal parrillada para 2 com até 4 pessoas. Nesse caso, não caia na conversinha dos garçons, pois as porções são BEM generosas.

Para curtir a vista do mercado e de seu belo relógio, além de ter uma ótima refeição e atendimento, uma boa pedida é o restaurante La chacra del Puerto.

Vista do Mercado del Puerto, Montevidéu

Vista do Mercado del Puerto e seu relógio

#dicadeviajante

Esse passeio é perfeitamente “combinável” com a visita ao Museu do Carnaval e ao Museu dos Andes. Se for seu primeiro dia em Montevidéu, ainda dá para pegar o ônibus  Turístico para um City Tour. O ônibus tem como ponto inicial uma parada atrás do Mercado.

Endereço: Piedras 237, Ciudad Vieja, Montevidéu, Uruguai.

Horário de Funcionamento: Segunda a sexta, 24 horas.

#3 Visitar o Museu dos Andes

Impactante. É o mínimo que posso dizer sobre a visita ao pequeno Museu dos Andes, que conta a história do trágico episódio da queda do avião que levava jovens jogadores de Rugby em 13 de Outubro de 1972 e como os 16 sobreviventes dos 45 passageiros conseguiram superar os 72 dias de frio, sem água e comida.

Entrada do Museu dos Andes, Montevidéu

Entrada do Museu dos Andes

Difícil não sair emocionado lendo as cartas e os jornais reproduzidos, os relatos da polêmica prática do canibalismo, os vídeos do reencontro dos sobreviventes e seus familiares, os painéis explicativos, as roupas usadas pelos sobreviventes que são parte do acervo do Museu.

Casaco usado por sobrevivente do desastre dos Andes, Montevidéu

Casaco usado por sobrevivente do desastre dos Andes

#dicadeviajante

O Museu aceita pagamento em pesos uruguaios, reais ou dólares. No pagamento da entrada, pergunte os valores em reais e dólares também. Dependendo da cotação, pode valer mais a pena pagar em uma moeda diferente da local.

Custo da entrada: $U 200.

Endereço:Ricón 619, Ciudad Vieja, Montevidéu, Uruguai.

Telefone: +598 2916 94 61.

Horário de Funcionamento:

Dias Horários
Terça a Sexta 10h às 17h
Sábado 10h às 15h
#4 Fazer um piquenique no Parque Rodó

Programa ótimo para uma tarde de domingo. E o povo de Montevidéu concorda! Nos finais de semana, é comum encontrar as famílias uruguaias se divertindo nas proximidades do Parque, que fica bem em frente à Playa Ramirez, outra que fica bem lotada nos finais de semana.

Parque Rodó, de frente para a Playa Ramirez - Montevidéu

Parque Rodó, de frente para a Playa Ramirez

O Parque Rodó se diferencia pela sua beleza planejada por artistas franceses lá pelos idos de 1900 e, dentro dele, você encontra o tímido Estádio do Defensor, um parque de diversões e o Museu de Artes Plásticas e Visuais.

#dicadeviajante

Se tiver disposição para caminhadas, combine a visita ao Parque Rodó com a da Rambla que falei ali em cima.

Endereço: Ao longo da Rambla Presidente Wilson.

#5 Assistir a um espetáculo no Teatro Solis

A arquitetura do Teatro Solís já de longe chama a atenção. Sua fachada é rodeada de colunas ao estilo coríntio. Além disso, ele, geralmente, tem exposições de fotografias e abriga uma pequena livraria, um restaurante e um agradável café. Só que tudo com preço turístico, claro.

Teatro Solis e sua bela fachada

Teatro Solis e sua bela fachada

O Teatro Solis é a casa cultural do Uruguai! Então, se tem a oportunidade de assistir a um espetáculo nele, você faz isso. É possível encontrar ingressos partindo dos $U 75. A programação você confere aqui, sendo uma boa comprar antecipadamente.

Se não rolar o espetáculo, pelo menos, faça uma visita guiada. As visitas guiadas acontecem em horários específicos e o Teatro Solis não tem ingresso para conhecê-lo por completo por conta própria (entrada no salão principal, só com guia), então fique atento!

#dicadeviajante

Especialmente durante a alta temporada, se você for bom de inglês/francês, faça a visita guiada neste idioma. Os grupos são bem menores, então vai facilitar muito as suas fotos. Pior coisa é ficar aquele grupo com um bando de gente impedindo as suas fotos, que devem ser tiradas rapidamente porque o tempo em cada espaço é limitado.

Endereço: Reconquista esquina com a Bartolomé Mitre.

Telefone:+598 2950 33 25

Custo da visita guiada: $U 40 – em espanhol. $U 60 – em português, inglês e francês.

Visitas guiadas: Terças e Quintas, 16h. Quartas, Sextas, Sábados e Domingos, 11h/12h/16h. Aos sábados acrescenta o horário das 13h.

Visita por conta própria:Terça a Domingo, 11h às 20h. Só é possível visitar a Galeria de Fotos, Sala de Exposições e o Edifício interativo. O principal fica de fora!

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

2 comentários

  • Patti
    Postado em 21/06/2016 em 7:17 Responder

    Terrific website you possess going here.

    • dayanalole
      Postado em 21/06/2016 em 8:20 Responder

      Thanks, Patti! 🙂

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.