Santiago

10 coisas que você precisa saber quando vai para o Chile

capa - Chile

10 coisas que você precisa saber quando vai para o Chile

Quando a gente vai para um lugar com cultura diferente, é sempre bom saber como funcionam as regrinhas para não pagar de turista (não estou dizendo que ser turista é ruim, beeeem longe disso) ou até, quem sabe, ofender os nossos anfitriões. É a casa deles, então, melhor seguir as regras.

#1 A alfândega é rígida

Você entra com itens de uso pessoal tranquilamente. Isso quer dizer roupas e jóias, remédios nas quantidades necessárias apenas para consumo pessoal e acompanhados da prescrição médica, um laptop e/ou tablet, câmeras (uma fotográfica e outra filmadora) e celulares (no máximo, dois).

A entrada de frutas e outros produtos agrícolas, assim como animais é proibida, a menos que seja devidamente declarada no formulário que é entregue para imigração. Caso você não declare e eles encontrem algum desses itens na sua bagagem, se prepare para pagar uma multa bem alta. Aquela maçãzinha na mochila pode ser a mais cara da sua vida… não dá bobeira!

Alfândega Chilena

Não dê bobeira com a Alfândega chilena (foto: Pixabay)

#2 A maioria dos museus e atrações fecha nas segundas feiras

Se você vai estar por lá numa segunda-feira, planeje o que vai fazer nesse dia. As chances de você dar de cara com as portas fechadas em algum museu ou atração turística são grandes. A boa é partir para os parques nacionaismercados municipais ou shoppings, que costumam permanecer abertos nesse dia da semana.

La Chascona - Santiago - Chile

As casas de Pablo Neruda são umas que ficam fechadas às segundas-feiras

#3 Os chilenos são muito respeitosos e gostam disso

Antes de falar com algum desconhecido, use as palavras señor, señora ou señorita, seguindo o cumprimento de buenos dias, buenas tardes ou buenas noches. Provavelmente você vai ser muito melhor atendido depois disso. E esqueça o tu quando estiver falando. Sempre se refira a alguém por usted, que é a forma mais respeitosa de falar no espanhol.

Caso fique enrolado com o espanhol, não tem problema. Tente falar devagar o português que eles devem conseguir compreender. 😉

Educação - Chile

Respeitosamente, você vai longe no Chile (foto: Flickr)

#4 As gorjetas são um assunto mal resolvido

bares e restaurantes que já colocam os famigerados 10% na conta, mas ainda assim perguntam sobre a possibilidade de incluí-los no pagamento. Coisa que dificilmente acontece no Brasil, onde os garçons já saem incluindo no cálculo final a gorjetinha (não curto isso, já que a gorjeta é uma premiação para o bom serviço prestado… isso a meu ver).

Bom, mas tem outros que deixam para a generosidade do freguês. Via de regra, deixa-se entre 10% e 15% do valor da conta para o garçom, dependendo da qualidade do serviço que ele prestou e da sua satisfação. Inclusive, as maquininhas de cartões de crédito dão a opção de incluir a propina no pagamento.

Quando carrega suas malas no hotel, o rapaz ficará satisfeito com uma notinha de 1.000 CLP. Nos táxis, é comum se deixar gorjeta quando o motorista carrega suas malas, em torno de 10% do valor da corrida. Nos supermercados onde ainda persistem os serviços dos empacotadores (pois há outros onde você tem que levar sua própria bolsa, em prol da sustentabilidade), costuma-se dar moedinhas a partir dos 200 CLP. Na rodoviária, o moço que ajuda com as malas também vai curtir uma gorjeta. Dê uma moeda de 500 CLP e contribua para a alegria da pessoa!

Gorjetas - Chile

Tips? Propina? Gorjeta? (foto: Flickr)

#5 O Chile só tem uma polícia nas ruas, mas ela não pega leve

Não existe isso de polícia civil, militar e guarda municipal. No Chile, tudo é feito pela mesma polícia: os Carabineros de Chile. E não espere moleza da parte deles. Caso dirija pelas rodovias chilenas, fique atento aos limites de velocidade, porque eles param os carros mesmo. Ainda te mostram que foi rápido demais no radar móvel e, sem muita conversa, você vai ter uma multa para pagar.

Os carabineros costumam ser bastante firmes nas suas obrigações, mas também muito solícitos em ajudar quando necessário. Seja pelas ruas da capital, circulando pelas rodovias do país ou nas cidades do interior, dificilmente você vai deixar de perceber a presença deles.

Normalmente eles não falam outro idioma, então abuse do portunhol! Na dúvida de pedir alguma informação, especialmente em locais/horários mais esquisitos, não hesite em recorrer a eles.

Carabineros de Chile

Carabineros de Chile: a polícia do país todo (foto: Commons Wikimedia)

#6 As taxas para troca de moeda são melhores no banco

Lembram quando conversamos sobre que moeda levar para o Chile? Pois bem. A dica valiosa da vez foi justamente essa (confere lá os detalhes). Caso pretenda trocar dólares, procure as agências do BancoEstado, pois elas costumam oferecer as melhores cotações.

O ruim é que essas agências só funcionam de segunda a sexta, de 9h às 14h. O lado bom é: as chances de ter uma agência deles perto de você, em qualquer parte do país, são grandes, já que o banco pertence ao governo.

Banco Estado - Pucón

Banco Estado: só realiza a troca de dólares ou euros

#7 Algumas lojas podem ter o hábito de fechar na hora do almoço

Sim, alguns lugares do comércio, especialmente nas cidades do interior, tem o hábito de fechar no horário de almoço e abrir lá pelas 14-15h. E isso pode valer inclusive para as casas de câmbio. Então, caso precise de alguma, esteja atento a esse detalhe.

Loja Fechada

Algumas lojas e casas de câmbio podem fechar na hora do almoço (foto: Flickr)

#8 Turistas tem isenção do IVA em hotéis

Calma, mas isso pagando em dólares ou cartão de crédito internacional (mais sobre o IVA, vem ver esse post aqui). Mas, infelizmente, nem todos os hotéis participam desse programa. Por isso, antes de reservar, verifique sobre essa participação. Geralmente os hotéis reservados no Booking já vem com essa observação na descrição e na reserva. A gente seguiu essa orientação e não tivemos problemas.

Se incluir na conta do hotel despesas no restaurante ou excursões realizadas por eles, você também pode ter a isenção nesses serviços. Sempre pergunte sobre essa possibilidade no seu hotel.

Desconto de IVA - Chile

O IVA dos hotéis é de 19%, uma boa economia! (foto: Flickr)

#9 Os remédios são caros

Caso tenha algum remédio que costume tomar com frequência, leve o suficiente para o período da sua estadia ou esteja disposto a pagar caro nas farmácias chilenas. Na eventualidade de um mal-estar, pode ser inevitável ter que gastar nelas, por conta das leis alfandegárias chilenas nos impedirem de portar remédios sem prescrição. O engraçado é que para muitos medicamentos, a venda sem prescrição é permitida. #váentender

As maiores redes de farmácia são a Cruz Verde, Ahumada e Salco Brand e costumam ser fáceis de identificá-las pelos seus banners enormes.

Remédios - Chile

Remédios podem sair caro… (foto: Pexels)

#10 Sem desespero, mas o Chile tem grande atividade sísmica

Com terremotos frequentes, possibilidades de tsunamis e vulcões ainda ativos, é bom ficar atento aos avisos que ficam espalhados nas áreas de perigo. Mas, ainda assim, sem neuras.

O pessoal dos hotéis de todo o país é treinado para orientar os hóspedes para esses tipos de emergências. Cidades com mais risco, como Pucón, tem suas rotas de fuga bem sinalizadas e um sistema de alarmes eficiente.

Villarica - Pucón

No olho do vulcão Villarica, o mais ativo da América Latina, e fica bem no Chile!

dayanalole Administrator

Apaixonada pela vida, tenta viver a expressão "carpe diem". Acredita que cada viagem é um meio de aprender mais sobre a humanidade e o seu próprio eu, por isso ama pôr o pé na estrada. Gosta de contribuir para que outras pessoas tenham experiências cada vez melhores de viagem, por isso quando sabe que um amigo vai viajar, já vem com sua listinha de dicas. A melhor viagem? É sempre a do momento.

2 comentários

  • Josiane Bravo
    Postado em 23/01/2017 em 9:05 Responder

    Assino embaixo com tudo o que foi dito, principalmente sobre o que mencionou na passagem pela fronteira. Eu quase ganhei uma multa por causa de uma maça, a minha sorte é que uma senhora muito simpática me orientou a jogá-la bem no momento em que já estava na fila da imigração.

  • Rozembergue
    Postado em 21/05/2017 em 2:17 Responder

    Ótimas dicas! Muito importantes para quem vai visitar o país pela primeira vez.

Deixe um comentário

© Copyright 2014-2017 Lolepocket. Todos os Direitos Reservados.